Rodovias federais na região registram redução de 30% em acidentes e 75% nas mortes durante o feriado

Rodovias federais na região registram redução de 30% em acidentes e 75% nas mortes durante o feriado

*Matheus de Lara

Nesta quarta-feira (8), Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço da Operação Independência, que se iniciou em 30 de agosto e terminou às 23h59 de terça-feira (7). Nas estradas federais que cortam a região dos Campos Gerais, foram registrados 16 acidentes (com um óbito e 18 feridos). Já no ano passado, o número de ocorrências registrados foi 23 (com 4 mortes e 27 feridos). Em comparação da temporada de 2021 com o ano de 2020, houve uma queda de 30% no número de acidentes, 75% nas mortes e 33% nos feridos.

De acordo com a PRF, a operação contou com o efetivo nas fiscalizações de embriaguez ao volante, ultrapassagens indevidas e excesso de velocidade, o uso do cinto de segurança, cadeirinha e do celular na direção, além do exame toxicológico e horário de descanso de motoristas profissionais.

O acidente mais grave na região, aconteceu na noite de sábado (4), no quilômetro 494 da BR-376, em Ponta Grossa. Veículo VW Gol de Ponta Grossa, cruzou o canteiro central e colidiu de frente com uma Amarok de Curitiba. Da batida o condutor do Gol, de 45 anos, morreu no local, e quatro pessoas da caminhonete tiveram ferimentos graves.

Dados

Conforme balanço, a saída de pista aparece com 43,8% e se destaca como o acidente que mais ocorreu, seguida de atropelamento com 12,5% e colisão traseira com a mesma porcentagem. Como causa principal, a falta de atenção aparece em 31,3%, embriaguez ao volante em 12,5% e velocidade incompatível também em 12,5%.

Foram fiscalizados 1.138 veículos e 893 pessoas, cinco condutores flagrados conduzindo os veículos sob efeito de álcool, e um encaminhado à Polícia Civil. Outros 38 condutores foram notificados por realizarem ultrapassagens proibidas, 35 ocupantes de veículo flagrados sem o uso do cinto de segurança, uma criança sem cadeirinha e quatro motoristas faziam uso do celular enquanto dirigiam.

Dos motoristas profissionais, um foi notificado por não ter realizado o exame toxicológico e três por não respeitarem o período de descanso. Ao todo 27 caminhões foram autuados por excesso de peso, representando total de 114.772 kg de excesso. Além desses números, 44 veículos foram recolhidos ao pátio por problemas na documentação ou por não apresentarem condições de segurança.

No Paraná

Em todo o Estado, os policiais flagraram 21 motoristas dirigindo bêbados, que terminou com a prisão de 10 pessoas. 379 condutores ou passageiros estavam sem o cinto de segurança, e 45 ocasiões em que crianças não utilizavam adequadamente o dispositivo de retenção, como a cadeirinha.

Também foram registradas 316 ultrapassagens irregulares, 108 acidentes, com 118 pessoas feridas e sete mortes nas rodovias federais do Paraná, de sexta-feira (3) a terça-feira (7). Em comparação a 2020, houve 154 acidentes, com 154 feridos e 16 mortos, uma redução de 30% no número de ocorrências e de mais de 56% nas fatalidades, fato que indica uma redução na gravidade dos acidentes

Foram fiscalizadas 9.316 pessoas e 11.852 veículos. 1.322 infrações foram registradas pelos policiais, no decorrer de quatro mil quilômetros de rodovias. 170 veículos foram recolhidos aos pátios por diversas irregularidades. Além disso, 1,7 tonelada de maconha foram apreendidos, e 52 pessoas detidas, dez por embriaguez e quatro por tráfico de drogas.

*Com informações e imagem PRF

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.