Turma de 1970 do Instituto Cristão se reúne novamente neste sábado

Turma de 1970 do Instituto Cristão se reúne novamente neste sábado

Luana Dias

Na manhã deste sábado (11) o Instituto Cristão de Castro irá sediar um encontro entre os primeiros formandos do curso técnico em Agropecuária. A primeira turma, formada por 10 homens e que incluía o ex-presidente da Cooperativa Castrolanda, Frans Borg, iniciou o curso no ano de 1968 e se formou em 1970. O cinquentenário da formação ocorreu no ano passado, inclusive, o encontro celebrativo já tinha data marcada, no entanto, as restrições mais rigorosas impostas pela pandemia ao longo de 2020 acabaram fazendo com que o evento fosse adiado, sendo remarcado para amanhã, foi o explicou à reportagem o diretor geral da instituição, Manoel Martins de Souza Neto.

Dos 10 ex-alunos, três já são falecidos, mas os demais sete confirmaram presença para o encontro, que conta com programação para toda a manhã. As 9 horas os veteranos do IC se reúnem para o café, às 9h30 participam de um devocional de Ação de Graças; às 10 horas irão fazer o plantio da muda de uma árvore Sete Copas, também conhecida popularmente como chapéu-de-sol (na frente do internato feminino), e na sequência irão fazer um tour pela escola, para matar a saudade, conforme descreveu Manoel.

O diretor também comentou que o Colégio Instituto Cristão tem como característica essa prática de encontros entre ex-alunos. “Desde a fundação o Instituto Cristão tem essa característica de marcar a vida das pessoas. São gerações e gerações de ex-alunos, que viveram momentos especiais aqui e que depois querem rever seus colegas e professores. Eu mesmo, me formei aqui, conheci minha esposa aqui, e hoje nossos filos também estudam aqui. O IC sempre foi um colégio formador de famílias, ou seja, é mais do que uma escola, é uma segunda família, por isso esses laços, entre alunos, ex-alunos e professores, são tão fortes e geram essa vontade de rever as pessoas”, destacou.

Novo ciclo

O diretor do IC, Manoel Martins de Souza Neto, também falou sobre a nova fase pela qual o IC, cuja parte foi comprada pelo Instituto Mackenzie, passa atualmente. De acordo com ele, o colégio vive um ciclo de transformação e renovação. “O Instituto está passando por transformações, agora é Mackenzie também, e nós estamos com novos projetos para o novo ensino médio, vamos ofertar disciplinas diferentes, dar oportunidade para que os alunos possam escolher a área para qual querem se preparar, e preparar eles para o vestibular e para a vida. Estamos aperfeiçoando o curso técnico e inovando, com foco na formação de profissionais qualificados, uma demanda do mercado de trabalho, e que também que faz parte dessa fase de renovação do colégio”, finalizou.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.