Marcelinho de Carambeí conquista o paranaense de BMX em Foz do Iguaçu

Marcelinho de Carambeí conquista o paranaense de BMX em Foz do Iguaçu

Matheus de Lara

Carambeí – O atleta carambeiense Marcelo Haima de Vries, o Marcelinho, é conhecido como um dos principais bikers de base do Brasil. No final de semana passada, ele ficou em primeiro lugar no Campeonato Paranaense de BMX freestule, realizado em Foz do Iguaçu, entre os dias 4 e 5 de dezembro.

A competição contou com mais de 60 atletas no geral e na profissional reuniu os melhores do estado para a disputa final. Após conquistar o título, Marcelinho disse que “foi muito importante por ver que os treinos estão dando muito resultado tanto físico como na prática. Foi gratificante demais poder ver todo esforço dando resultado como eu esperava. Um título com certeza muitíssimo importante na minha carreira, como atleta profissional, por ser o primeiro contato entre nós atletas junto com as federações e o governo do estado. Ano que vem estaremos novamente para defender o título em seis etapas, e tentar se consagrar campeão paranaense mais uma vez”, destacou.

Marcelo tem sido destaque desde 2013, após se consagrar bi-campeão brasileiro amador. De 2014 para cá, o atleta tem alternado entre as competições no Brasil e em outros países. Sua principal conquista foi em Cologne/Alemanha, na 30ª etapa do Mundial de BMX e na etapa Vans Pro Cup BMX Bolw, nos Estados Unidos em 2019.

Pelo nível amador, Marcelo participou de 2013 a 2014, e de outras competições em nível profissional de 2015 até atualmente.

Interesse antigo pelo BMX

Marcelinho disse para a reportagem que o gosto pelo BMX começou quando criança, há uns 15 anos. “Jogava muito vídeo game com jogos de BMX, e ali começava como brincadeira. Montávamos rampas de terras imitando algumas coisas dos jogos, e fazíamos os saltos e manobras básicas sem saber o que realmente era. Após algum tempo meus pais começaram a me apoiar me levando para pista aqui da cidade, e ali começava de verdade uma carreira em forma de brincadeira de criança”.

O atleta conta que em 2008 participou da primeira competição, em Curitiba. “Na época as rampas de terras ainda eram um sucesso em competições pelo Brasil. Lá estavam atletas de alto nível com reconhecimento internacional, e pude conhecer muitos deles e um ponto importante é que eu era o mais novo praticante ali no meio. Minha categoria era iniciante na época. No ano seguinte já estava bem mais evoluído seguindo em competições em todo Paraná”.

“A partir de 2012 com um nível muito avançado pela minha idade, quase não era visto eu conseguia me destacar em inúmeras competições, após ser bicampeão brasileiro consegui uma vaga no mundial Alemanha em 2014 e lá consegui ser vice campeão mundial. Foi um dos momentos mais altos da carreira como atleta. Depois me profissionalizei. Não fiquei fora dos pódios pelo país, conseguindo muitas conquistas em eventos”, destaca Marcelo.

Marcelo também apontou que os treinos físicos são essenciais para o desempenho. “Além de horas treinando com a bicicleta todos os dias, precisa chegar em manobras bem executadas e perfeitas”.

Atualmente, ele trabalha como designer gráfico em criação de marcas e gerenciamento de redes sociais, e cuida de uma empresa de carnes premium (para churrascos). O carambeiense, disse que para 2022 estará competindo etapas no estadual e brasileiro, e com a possibilidade de um mundial que está em analise ainda.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.