Tornado é registrado em Castro

Tornado é registrado em Castro

Luana Dias

Na tarde desta quarta-feira (24) um pequeno tornado ocorreu na área rural do município de Castro. O fenômeno foi registrado na região conhecida como Cunhaporanga, a cerca de 30 quilômetros do Socavão, em uma área de lavouras.

Os registros foram feitos por funcionários de uma fazenda que fica na região. Segundo os trabalhadores, não houve danos nas lavouras e propriedades. O tornado teria se formado na região do Cunhaporanga e seguido em direção a região do Tabor. “Estávamos na lavoura colhendo, quando vimos tinha a formação de um vulto branco denso no alto, que se encontrou com o vento na terra. Aqui, por onde passou levantou muita poeira e palha da soja que tinha sido colhida”, descreveu um dos trabalhadores, afirmando que o fenômeno é assustador, e que nunca tinha visto nada parecido.

Depois da passagem do tornado, formaram-se ainda pequenas tempestades na região, com ventos e queda de granizo.

Simepar confirma se tratar de tornado

A reportagem enviou os vídeos e imagens feitas pelos trabalhadores ao meteorologista Reinaldo Knaib, do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), para que o profissional pudesse avaliar o material, e explicar se de fato o fenômeno poderia ser tratado como tornado.

De acordo com o meteorologista, pelas características, o fenômeno registrado no município é sim um tornado,e segundo explicou ele, diferencia-se de um redemoinho, porque é formado a partir da base de uma nuvem de chuva. “O tornado sai da base da nuvem e toca o solo. Quando há uma nuvem de tempestade, uma nuvem cumulonimbus, as condições estão favoráveis, e muitas vezes acaba ocorrendo o fenômeno, que é essa coluna de ar observada entre a superfície e a base da nuvem. Essa coluna é formada por vapor d’água, que está mais próximo da base da nuvem, e na superfície o tornado tem esse giro, que favorece que ele sugue o que tem por perto como área e terra do chão”, destacou.

Segundo Knaib, quando ocorre redemoinho, o fenômeno forma-se a partir da superfície da terra, e está associado geralmente a temperaturas extremamente elevadas. Também tem como característica levantar poeira, através do giro da coluna de ar, mas não está associado à nuvens de chuva.

Fotos e vídeos: Divulgação

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.