Covid-19: contágio perde força no município após quase dois meses de alta

Covid-19: contágio perde força no município após quase dois meses de alta

Luana Dias

Depois de o mês de janeiro ter causado temor na população castrense, com aumento significativo nos números da Covid-19, fevereiro começou a apresentar redução, e março finalmente indica nova estabilidade no contágio pela doença.

O ano começou com 12.361 casos registrados no município, e só durante o primeiro mês, 2.321 novos casos foram confirmados, elevando esse número para 14.682. Em janeiro chegaram a ser registrados 273 casos novos em um único dia, soma maior até do que as registradas no auge da pandemia, ocorrido no primeiro semestre do ano passado.

Até meados do mês de fevereiro seguiu-se a tendência de crescimento no número de casos, e o mês terminou com 18.366 casos confirmados da doença, e com mais de 400 pessoas em isolamento.

No período, também aumentou no município o número de óbitos causados pela doença. Mas, o registro não acompanhou o crescimento dos casos, foram cinco, ao longo do mês de janeiro, e cinco em fevereiro. Segundo os profissionais de saúde, mesmo havendo crescimento tão significativo na taxa de contágio, o número de novas mortes não foi maior porque a grande maioria da população já estava imunizada, com uma ou duas doses da vacina.

Março

Nos três primeiros dias do mês de março foram registrados 120 novos casos de Covid-19 em Castro. E de acordo com o último boletim, emitido pela Secretaria Municipal de Saúde esta semana, 43 novos casos foram confirmados em 24 horas, além disso, também diminuiu o número de pessoas isoladas em função da doença. No mesmo período do mês passado 1.078 castrenses estava em isolamento domiciliar, após testarem positivo para Covid, já no início desta semana, apenas 132 pessoas estavam nessa condição.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.