Carambeí deixa de arrecadar R$ 2,2 milhões com os fim dos pedágios

Carambeí deixa de arrecadar R$ 2,2 milhões com os fim dos pedágios

Emerson Teixeira

Carambeí – De um lado o fim das concessões traz alívio para o bolso de motoristas, do outro, 91 prefeituras terão impacto na arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS), entre elas a de Carambeí, que deixará de arrecadar mais de R$ 2,2 milhões, montante recebido em 2020, média mensal de aproximadamente R$ 186 mil.

A prefeita de Carambeí, Elisangela Pedroso, diz que o fim dos contratos de concessões de rodovias traz a possibilidade de o governo estadual e federal debaterem uma forma de tarifa de cobrança mais justa para os usuários. “O cenário econômico brasileiro está bastante desfavorável com aumento nos preços dos combustíveis, por exemplo, e, isso reflete diretamente no poder de compra população. Com transporte rodoviário mais caro, produtos mais caros nas prateleiras. E, o valor de tarifa de pedágio neste modelo, é um peso maior neste fardo”, frisou.

Porém, a ausência do serviço, alerta a prefeita, impactará diretamente nas finanças dos municípios. “A baixa na arrecadação de ISS, algo em torno de R$ 2,2 milhões por ano em Carambeí, é um fator importante, é um dinheiro a menos para manter os serviços públicos. Mas, existe ainda o ônus do atendimento de trechos urbanos da rodovia que cortam a cidades e passam a serem responsabilidade dos municípios”, analisou.

Em relação ao atendimento a ocorrência e acidentes e resgate de vítimas, a prefeita explica que participou de uma reunião organizada pelo Consórcio onde foi pactuado entre os municípios e o estado por meio do Consórcio Intermunicipal Samu dos Campos Gerais – CIMSAMU que os atendimentos o ocorrerão pelo Siate e Samu. “O governo do estado estará ampliando o número de unidades de atendimento móveis e, se necessário, fará o chamamento de bombeiros da reserva”, destacou.

Os novos leilões das rodovias no Paraná que serão entregues a iniciativa privada ainda não tem data definida. A previsão da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) é de que ocorram no último trimestre de 2022.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.