TARJA PRETA

TARJA PRETA

Por Sandro A. Carrilho

24 HORAS
Por quase 24 horas a prefeita ponta-grossense, Elizabeth Schmidt, esteve à frente da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Descontente com o secretário anterior, ele o exonerou na semana passada e na terça-feira (3) assumiu a fundação. No dia seguinte, quarta-feira (4), revogou o próprio Decreto nº 20.245 que a nomeava.

NOVO NOME
O secretário interino da FMS de Ponta Grossa é Gustavo Schemin da Matta, procurador-geral do município, que não terá prejudicada suas atuais atribuições. A mudança repentina teve critérios políticos e técnicos, e porque não pegou bem para a prefeita.

BARONI
Prefeito assumir uma secretaria ou até mesmo um hospital é raro, mas não é novidade. O saudoso chefe do executivo de Jaguariaíva, Otélio Renato Baroni, mudou o seu gabinete para o hospital municipal por 90 dias e arrumou não só a unidade hospitalar, que estava com intervenção judicial, como a Saúde do município. Lá deu certo, mas era o Baroni!

500 DIAS
A prefeita Elisangela Pedroso, de Carambeí, esteve em peregrinação por Ponta Grossa. Visitou nesta semana um portal de notícias e os dois jornais diários, onde falou dos seus 500 dias de governo. Segundo ela, gastos com pessoal está em 45% e finanças em dia.

ÚLTIMAS:*Antes de pedir para sair, prefeito Moacyr aumentou o salário do funcionalismo abaixo do índice. E agora?

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.