Roubo ocorrido no Tronco deu pontapé inicial para operação da Polícia Civil

Roubo ocorrido no Tronco deu pontapé inicial para operação da Polícia Civil

Da Redação

Ponta Grossa – Na manhã desta terça-feira (15), Polícia Civil em Ponta Grossa deflagrou operação visando o cumprimento de 12 mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca e apreensão, expedidos em face de representação do Ministério Público da Comarca de Castro nos autos de ação penal que apura a prática de crimes de associação criminosa armada e roubos.

As investigações da PCPR tiveram início em meados de 2021, em razão de ação ocorrida em uma fazenda na localidade de Tronco, município de Castro. Segundo o delegado Maurício Luz, da 13ª Subdivisão Policial, “verificou-se então que o grupo vinha agindo em diversas regiões do Estado do Paraná, sempre com grande violência, rendendo as vítimas com o uso de armas de fogo”, explica Maurício. Durante as ações, famílias inteiras e vigilantes eram feitos reféns por horas em fazendas e empresas de grande porte. O objetivo principal do grupo era a subtração de defensivos agrícolas, fios de cobre e produtos de construção civil. Estima-se que dezenas de crimes foram praticados pelos réus, com prejuízos milionários às vítimas.
Os mandados foram cumpridos nos municípios de Araruna, Cianorte, Indianópolis, Piraquara, no Paraná Navegantes (SC), além de Ponta Grossa, contando com o apoio das unidades da Polícia Civil de cada um desses locais, além da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão.

No total participaram cerca de 60 policiais civis, dos estados do Paraná e Santa Catarina, com cumprimento simultâneo em todos os locais.

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!