Reunião sobre segurança alerta para o baixo índice no registro de ocorrências

Reunião sobre segurança alerta para o baixo índice no registro de ocorrências

Emerson Teixeira
Especial P1News

Carambeí – Os moradores do Jardim Eldorado realizaram na noite desta terça-feira (7), no salão da Capela Santa Rita, reunião para debater a segurança no bairro. A participação do comandante do Destacamento da Polícia Militar, sargento Marçal, foi importante porque trouxe um alerta para os presentes – o baixo índice no registro de boletim de ocorrências.

Um dos motivos que levaram a comunidade a promover a reunião foi o aumento de furtos no bairro, mas o alerta feito por Marçal é que se houve aumento de crimes contra o patrimônio na cidade, esse crescimento não pode ser observado pelos gestores da área de segurança por falta dos registros de boletim de ocorrência.

O comandante aponta que as pessoas estão repercutindo muito alguns crimes, polemizando e não estão registrando, levando ao conhecimento das autoridades de segurança. “Olhando os números estatísticos, que é onde os gestores de segurança pública se apoiam para tomar qualquer decisão, verifica-se certa estabilidade no índice de crimes contra o patrimônio na cidade de Carambeí, diferente da impressão e do alarde que ocorre na cidade nas ultimas semanas”, frisa.

Durante sua fala, sargento Marçal explica o que é sensação de segurança e medo do crime, e que ambas são afetadas por repercussões e polemizações de crimes nas redes sociais, mas que não se alicerçam nos dados de registros de ocorrências, que é base estatística tomada nas análises.

Moradores

O presidente eleito do Conselho Municipal de Segurança Pública (Conseg) e morador do bairro, Máximo Sperandio, destacou que diante do cenário apresentado pelo comandante, a população não pode esperar aumento no efetivo policial. “Precisamos fazer a nossa parte, foi vítima de um crime, procure a polícia, a delegacia e registre o BO. Se a população não registrar boletim de ocorrências, não tem como aumentar o efetivo da Polícia Militar, pois o índice de ocorrências no sistema da Secretaria de Estado da Segurança Pública, em Carambeí, é baixo. Marçal apresentou que o maior registro de crimes é de vítimas de golpe na internet, o restante está bem. Por exemplo, na noite passada roubaram duas casas aqui na cidade, mas não fizeram BO”, disse.

Anderson Szabo, morador do bairro e um dos organizadores da reunião, destacou a participação popular, que apesar do frio, compareceram em torno de 45 pessoas. “Foi muito produtiva a reunião. Fica a orientação do sargento, se infelizmente a pessoa for vítima de algum tipo de crime, que faça o registro da ocorrência, que procure as autoridades policiais”, declarou.

BO

Crimes de furto, estelionato, extravio ou perda de documentos, perda ou furto de placa de veículo, pessoa desaparecida, violência doméstica e familiar contra a mulher e maus tratos a animais, podem ser registradas online pelo site https://www.policiacivil.pr.gov.br/BO. As demais ocorrências podem ser registradas tanto nas delegacias de Polícia Civil, quantos nos quartéis da Policia Militar.
Mais importante que alardear situações de emergência nas redes sociais é acionar as forças policiais 190 ou APP 190. Em Carambeí a PM pode ser acioanda também pelo telefone (42) 9 9924-2002.

Participações

Participaram da reunião a prefeita de Carambeí, Elisangela Pedroso (PSB), o presidente da Câmara Municipal, vereador Elio Ratinho (PSB), os vereadores Antonio Xoxa (MDB), Eclaiton Bueno (UNIÃO), Joel Sacolinha (UNIÃO) e Paulo Valenga (PDT), além do diretor do Departamento de Trânsito, Segurança Pública e Defesa Civil – Detransede, Ademir Cordeiro.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.