PRE e PRF divulgam balanço do feriado prolongado de Aparecida

PRE e PRF divulgam balanço do feriado prolongado de Aparecida

*Matheus de Lara

Nesta quarta-feira (13), a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e Federal (PRF), divulgaram o balanço do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida no Estado do Paraná, vigente entre sexta-feira (8) e terça-feira (12).

Conforme Operação Padroeira realizada pela PRE, esse ano foram registrados 89 acidentes, 79 feridos e 18 mortos. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o número de mortes em acidentes nas principais rodovias estaduais dobrou, sendo que em 2020 foram totalizados 83 acidentes, 62 feridos e nove óbitos. Na região, mais precisamente na Companhia Rodoviária Estadual, em Ponta Grossa, foram registrados 11 acidentes, duas mortes e 11 feridos.

A PRE também informou que, neste ano com a flexibilização das restrições de combate à pandemia, o movimento de veículos e pessoas foi maior. Oito motoristas foram flagrados dirigindo bêbados. Seis acabaram presos.

Além disso, ao longo da Operação, 2.362 pessoas foram abordadas e 1,7 mil veículos revistados. 58 veículos removidos com irregularidades, e apreendido 44 quilos de maconha na região norte do Paraná.

Polícia Rodoviária Federal

Já a PRF, com a Operação Nossa Senhora Aparecida, registrou queda de 22% no número de acidentes e de 9% na quantidade de feridos nas rodovias federais do Paraná. Ao todo foram contabilizados 121 acidentes, 39 feridos e oito pessoas que perderam a vida. No ano passado, houve registro de 155 acidentes, 43 feridos e oito mortes.

Os policiais flagraram 60 motoristas dirigindo embriagados. 311 pessoas estavam sem o cinto de segurança, além de 62 crianças que não utilizavam adequadamente um dispositivo de retenção, como a cadeirinha. Também foram registradas, 384 ultrapassagens irregulares durante o feriado.

PRF nos Campos Gerais

De acordo com o inspetor Aurélio Santos, a velocidade incompatível e ingestão de álcool lideram as estatísticas de acidentes. Ao todo, 12 acidentes foram confirmados, que resultaram em 12 pessoas feridas e uma em óbito. Se comparado com o feriado de 2020, houve 18 acidentes (redução de 33,3%) com um morto e 22 feridos (redução de 45,4%).

Conforme Aurélio, o acidente com maior ocorrência foram as saídas de pistas. “Representa 58,3%, devido a ocasião de chuvas no início do feriado. Também entre as causas verificadas, está a velocidade incompatível, ou seja, velocidade acima do limite para aquela local, foi responsável por 50% dos acidentes. Já a ingestão de álcool, a embriaguez, apontou 16,7%”, apontou o inspetor.

O acidente mais grave ocorreu no manhã de sábado (9), em Imbaú, quando um veículo Voyage, placas de Imbaú, colidiu na traseira de um caminhão VW 24.220 de Curitiba. O motorista do veículo de 30 anos morreu no local.

Durante o período da Operação, foram observados ultrapassagens indevidas, velocidade incompatível, uso do álcool na condução de veículo e da utilização do cinto e da cadeirinha.

De acordo com Aurélio Santos, foram fiscalizados 545 veículos e 547 pessoas, sendo que destes, sete condutores foram notificados conduzindo seus veículos sob efeito de álcool, (dois encaminhados delegacia), 42 motoristas foram autuados por realizarem ultrapassagens indevidas, 14 ocupantes de veículos foram flagrados sem a utilização do cinto de segurança; seis crianças transportadas fora da cadeirinha, seis caminhões trafegando com excesso de peso num total de 43.387 quilo, o que foi necessário o transbordo da carga que excedia para seguirem viagem.

Também foram constatados na Operação, quatro motoristas de veículos de carga com o exame toxicológico vencidos, 14 veículos recolhidos aos pátios da PRF por não apresentarem condições de segurança para prosseguirem viagem e 39 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) recolhidos.

*Com informações de Assessorias

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.