Família doa órgãos de castrense que se afogou no litoral catarinense

Família doa órgãos de castrense que se afogou no litoral catarinense

Matheus de Lara

Será sepultado às 15 horas desta sexta-feira (7), no Cemitério da Vila Rio Branco, o corpo de Danilo Mello, de 29 anos. Ele se afogou quando nadava na praia Brava, em Itajaí, litoral catarinense, na manhã de segunda-feira (3).

A reportagem do Portal P1 News conversou com o cunhado da vítima, Amizael Santos, o qual disse que Danilo e sua família passariam uma semana em Itajaí. “Eles saíram daqui de Castro na madrugada de segunda-feira (3) por volta de 00h30 e chegaram em Itajaí próximo das 5 horas. Ele sabia nadar, entrou na água e próximo das 6 horas se afogou, sendo retirado do mar perto das 6h30”. Danilo chegou a ser salvo por três surfistas. Durante atendimento pelo Corpo de Bombeiros, Danilo ficou 25 minutos desacordado e após os sinais vitais voltar, precisou ser entubado no Hospital Maternidade Marieta Konder Bomhausen.

Amizael contou que Danilo teve morte cerebral na terça-feira. “A equipe médica seguiu os protocolos através de exames, confirmando a morte encefálica e na quarta-feira a família decidiu realizar a doação dos órgãos. Já por volta de meio-dia de quinta-feira, o hospital liberou o corpo e às 18 horas seguiu para Castro”.

Com a doação dos órgãos, em torno de cinco a seis pessoas foram beneficiadas. Danilo era proprietário de uma oficina de lataria e pintura. Deixa esposa e uma filha de seis anos.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.