Equipes de emergência atendem 82 ocorrências no Anel de Integração no recesso da virada no Paraná

Equipes de emergência atendem 82 ocorrências no Anel de Integração no recesso da virada no Paraná

AEN

As equipes do Corpo de Bombeiros e do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atenderam 82 ocorrências nas rodovias do Anel de Integração durante o recesso de fim de ano, entre 23 de dezembro de 2021 e 2 de janeiro 2022. De acordo com o levantamento da Corporação, 135 pessoas foram socorridas nos acidentes rodoviários no período.

O tempo de resposta nos atendimentos de emergência não passou de 15 minutos, sendo que entre o sábado (1°) e o domingo (2) as equipes levaram, em média, cerca de sete minutos para chegar aos locais de acidentes. Foi o menor tempo registrado desde 7 de dezembro, quando os Bombeiros começaram a contabilizar as respostas às ocorrências.

“Houve um pequeno aumento no tempo médio de resposta durante recesso de fim de ano, se comparado aos registrados até então, quando chegamos a uma média de 10 minutos para realizar os socorros”, ressalta o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Manoel Vasco. “Isso é compreensível por causa do fluxo intenso de veículos nas rodovias nesta época do ano, que dificulta o acesso das equipes. Mesmo assim, nossos profissionais não mediram esforços para fazer os atendimentos de forma mais célere possível”.

Com o fim dos contratos de pedágio, em 27 de novembro, o Governo do Estado formou uma força-tarefa para prestar alguns serviços que até então eram de responsabilidade das concessionárias. A Rede de Atenção à Urgência foi reforçada para atendimento prioritário da malha viária até o início dos novos contratos de concessão e, pela primeira vez, cobre praticamente 100% do território paranaense.

O serviço de urgência no Anel de Integração passou a contar com 54 ambulâncias – 38 do Samu e 16 do Siate, que é operado pelo Corpo de Bombeiros. Além disso, os 14 pontos utilizados pelas concessionárias para as equipes de salvamento atualmente são usados como quartéis do Corpo de Bombeiros. Somados às estruturas dos municípios, são 29 bases em todo o Estado.

Mesmo nos lotes 1 (Econorte, na região de Londrina e Cambé) e 4 (Caminhos do Campo, na região de Balsa Nova e Guarapuava), em que as concessionárias mantêm o serviço de guincho e de ambulância por acordo judicial, os bombeiros são acionados nos casos de média e alta complexidade, em especial quando há vítimas nas ferragens.

Verão Paraná

Houve também um aumento no efetivo do Corpo de Bombeiros, com a adesão dos profissionais à diária extrajornada voluntária. Com o início do Verão Paraná – Viva a Vida, os bombeiros reforçam ainda o atendimento nas regiões com maior concentração de pessoas.

Os principais trechos estão entre São José dos Pinhais e o Litoral, além de Foz do Iguaçu e Porto Rico. Nas rodovias estaduais ou federais, sempre que houver acidente com vítima, o usuário deve ligar para o número 193 do Corpo de Bombeiros.

“Nos mantemos em atenção porque ainda tem muita gente retornando para casa e, também, indo para o Litoral. Há uma grande mobilização das equipes para garantir a celeridade nos atendimentos à população paranaense”, destaca o coronel Vasco.

Ocorrências

O maior número de acidentes ocorreu entre a véspera e o dia de Natal, com 11 ocorrências atendidas e 16 vítimas, sendo sete fatais. Entre os dias 26 e 27 de dezembro, as equipes prestaram 10 atendimentos e socorreram 16 pessoas. Foram registrados, ainda, 10 acidentes entre os dias 28 e 29 de dezembro, com oito vítimas atendidas.

O acidente mais grave aconteceu na PR-090, entre Piraí do Sul e Ventania. A colisão frontal entre dois veículos na noite de quinta-feira (30), que também atingiu um caminhão, resultou na morte de seis pessoas. Um dos óbitos foi de um bebê que ocupava um dos veículos.

Já menor número de ocorrências foi no último fim de semana. Entre o sábado (1°) e o domingo (2), as equipes socorreram seis acidentes nas estradas, que resultaram no atendimento de cinco pessoas. Desde o início da força-tarefa, em novembro, as equipes realizaram o atendimento de 383 ocorrências nas rodovias do Anel de Integração.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.