Com a conclusão do inquérito policial que apura morte de guarda municipal em Foz do Iguaçu, caso passa para a responsabilidade do MPPR

Com a conclusão do inquérito policial que apura morte de guarda municipal em Foz do Iguaçu, caso passa para a responsabilidade do MPPR

Da Assessoria

Em relação às investigações sobre o assassinato de um guarda municipal em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, o Ministério Público do Paraná comunica que, com a juntada de Relatório Final pela Polícia Civil, às 18h18 do dia 15 de julho, e a conclusão do Inquérito Policial 0017806-68.2022.8.16.0030, o feito passa a ser de responsabilidade conjunta do promotor de Justiça com atribuição natural para a matéria, em exercício na 13ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu (apuração de crimes dolosos contra a vida) e do promotor de Justiça designado pela Procuradoria-Geral de Justiça para o caso (conforme Resolução 4887), coordenador do Núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.