Acidentes de trânsito em Castro aumentam 38,71%, no primeiro semestre de 2021

Acidentes de trânsito em Castro aumentam 38,71%, no primeiro semestre de 2021

Matheus de Lara

Com exclusividade para a reportagem do Página Um News, o Corpo de Bombeiros do grupamento (2ªSB/2ºSGB/2ºGB), da cidade de Castro, divulgou o balanço das ocorrências atendidas no primeiro semestre de 2021. De acordo com o comandante da unidade, tenente Paulo Marcelo Ribas Ribeiro, três ocorrências tiveram aumento em comparação ao ano passado, entre os dias 1º de janeiro a 30 de junho.

Segundo dados disponibilizados, acidentes de trânsito como atropelamento, capotamento, colisão, queda de veículo, saída de pista, tombamento, tiveram crescimento de 38,71%, ou seja, em seis meses de 2021 foram registradas 129 ocorrências, e no mesmo período do ano passado 93. Exemplo dessa estatística é o caso registrado em 18 de junho quando, no centro da cidade, uma bicicleta e caminhão Mercedes Benz se envolveram em colisão, resultando na morte do ciclista Arlindo Bonfim de Oliveira, de 65 anos, morador da Santa Leopoldina.

A segunda ocorrência em alta, está relacionada as buscas e salvamentos que totalizaram 35 atendimentos, ou seja, cresceu 59,09%, em comparação ao ano passado que somou 22 incidentes. Nesse quesito estão as busca e captura de animais, de pessoa, corte ou poda de árvore, desabamento, queda de árvore, suicídio e etc.

Já a terceira ocorrência que mais cresceu nos boletins dos bombeiros, vem o incêndio em edificação que corresponde a residências, indústrias, estabelecimentos comerciais, com 20 atendimentos em 2021, o que corresponde a alta de 81,81%. No mesmo período de 2020 foram 11 incêndios.

Das ocorrências comandadas pelo tenente Ribeiro, a da Materiais de Construção Lins, em 30 de maio, exigiu o acionamento de três equipes, inclusive apoio dos bombeiros de Ponta Grossa, para apagar as chamas e evitar que residências ao lado fossem atingidas. Segundo o proprietário do local, Sandro Lins, a causa do incêndio foi pane elétrica em um dos computadores.

Atendimento Comunitário, onde se enquadram os serviços não emergenciais de risco, aberturas de imóvel, lavagem de pista, entre outros atendimentos, tanto no ano de 2020 como em 2021, somaram 11 ocorrências. Já incêndio em meio de transporte também totalizou, em ambos os períodos, 09 ocorrências.

Dois tipos de ocorrências apresentaram queda. É o caso do Atendimento Pré-Hospitalar (APH), que corresponde ao acidente com máquina, agressão, ataque animal, choque térmico, enforcamento, ferimento por arma branca, de fogo e objeto cortante, lesão física, obstrução de vias áreas, queda de objetos sobre pessoa, queda de pessoa de mesmo nível e de plano elevado, que representaram diminuição de 18,71% em comparação a 2020. De 155 registros, em 2021 (primeiro semestre), foram 126.

Por último, aparece em queda o incêndio em vegetação que em 2021 foi apenas um caso, enquanto que no mesmo período de 2020 chegou a 18.

Foto / arquivo: Matheus de Lara

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.