Fins medicinais! E propagandas incentivadoras!

Fins medicinais! E propagandas incentivadoras!

O colegiado do STJ decidiu que a produção artesanal da Cannabis sativa por pacientes em tratamento “não representa risco de lesão à Saúde Pública ou a qualquer bem jurídico protegido pela legislação antidrogas.” Quem já usa o Canabidiol como medicação autorizada pela ANVISA para os transtornos dos tratamentos de câncer, epilepsia, Parkinson, esclerose múltipla e outras enfermidades condizentes terá melhores possibilidades para um tratamento contínuo. O que ficou decidido NÃO EXCLUIU A NORMA PENAL sobre o uso da droga para fins recreativos, destinação para terceiros e lucro com a sua comercialização, finalidades que se contrapõem ao direito de pacientes que a tiverem prescrita por uma autoridade médica”. O polêmico assunto já foi debatido por Projetos de Lei mas ainda não há parâmetros decisórios definitivos. No comércio, seguem “propagandas incentivadoras sobre descontos na venda de bebidas alcoólicas”, um início promissor para o Caminho das Drogas. Os mais jovens acham que um dia simplesmente podem parar com tudo sem ajuda de especialistas, o que não é verdade. Recompensas rápidas para seus sonhos vão virar sofrimento e despesas para seus familiares.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.