Sexta-feira 13 – data é cercada de mitologia e superstição

Sexta-feira 13 – data é cercada de mitologia e superstição

Luana Dias

Tema de diversos filmes e das mais diversas superstições e mitologias, a Sexta-feira 13, que por muitos é considerada como um dia de azar e energias negativas, tem sua origem em diferentes teorias. Mesmo a data sendo relacionada a fatores negativos há tanto anos, ainda não se sabe ao certo que acontecimento pode ter dado início aos costumes e narrativas que rodeiam o dia. Algumas teorias, relacionadas a religiosidade cristã, por exemplo, associam a sexta-feira a reveses e infortúnios, em razão de ter sido o dia da semana em que Jesus de Nazaré foi crucificado e morto. E o 13, segundo estudos, é considerado número de azar há séculos porque, devido ao erro de um tradutor, uma 13ª lei teria sido excluída dos códigos legais escritos, do Código de Hamurabi (primeiro conjunto de leis da história, que vigorou no Império Babilônico entre 1792 e 1750 a.C.).

O número também é associado a acontecimentos negativos por origem de narrativas do cristianismo, por Judas Iscariotes ter sido o 13º discípulo a chegar ao encontro com Jesus, na quinta-feira, véspera de sua morte, e por ele ter sido o responsável por trair Jesus. Além disso, na Bíblia o capítulo 13 do Livro de Apocalipse, faz referência à Besta do Apocalipse, e a sua marca.

Outro acontecimento que relaciona a Sexta-feira 13 a ocorrências negativas ou trágicas foi a prisão e morte de Cavaleiros templários (ordem militar de Cavalaria da Idade Média), ocorridas em outubro de 1307 (uma sexta-feira), na França. Muitos deles teriam sido castigados e queimados, e o grão-mestre dos templários Jacques de Molay, por exemplo, teria morrido em frente a catedral de Notre Dame, de onde, segundo a lenda, teria amaldiçoado demais habitantes da terra.

Há ainda outras teorias que associam a Sexta-feira 13 a um dia de medo e azar, a maioria delas é bastante antiga e tem relação com religiosidade. Fato é que, nos dias de hoje ainda é bastante comum pessoas de diferentes crenças e religiões adotarem hábitos bem peculiares, mudarem a rotina e evitarem determinadas situações nos dias em que o dia caí numa sexta-feira.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.