Ratinho Junior apresenta projetos do Paraná a fundo de investimento canadense

Ratinho Junior apresenta projetos do Paraná a fundo de investimento canadense

AEN

A comitiva paranaense liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior concluiu nesta segunda-feira (13), em Montreal, a agenda de encontros no Canadá dentro da mais recente viagem internacional do Governo do Estado. O último encontro da delegação no país norte-americano foi com a Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ) – que em tradução livre significa Fundo de Depósito e Investimento do Quebec –, a quem o governador apresentou detalhes sobre a atual infraestrutura e o planejamento de médio e longo prazo do Paraná.

Entre outras vantagens competitivas, Ratinho Junior voltou a destacar o bom desempenho econômico recente do Paraná, em 2023 teve um crescimento de 5,8% no Produto Interno Bruto (PIB), o dobro do resultado geral nacional, que foi de 2,9% no mesmo período. O governador também reforçou o compromisso do Estado com o desenvolvimento sustentável, um dos aspectos mais valorizados pelo CDPQ, lembrando que o Paraná é considerado o estado mais sustentável do Brasil segundo o Ranking de Competitividade dos Estados e o ranking da consultoria Bright Cities.

“Cerca de 98% da energia produzida no Paraná é a partir de fontes limpas e renováveis, proporção que tende a aumentar ainda mais com os incentivos do Estado em energia solar, eólica, biogás e Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH)”, disse Ratinho Junior aos investidores. “Além disso, 32% da matriz econômica do Paraná já é considerada verde, o que tende a aumentar com a instalação de novas empresas alinhadas com este compromisso de sustentabilidade”.

O governador também abordou aspectos relacionados ao novo programa de concessão das rodovias federais e estaduais que cortam o Paraná e que devem injetar R$ 55 bilhões em melhorias da malha rodoviária, tornando a logística menos custosa, o que também favorece investimentos. “Trata-se do maior pacote de concessões do Brasil e da América Latina, do qual dois lotes já foram leiloados e estão sob administração de concessionárias, além de outros dois que devem ir a leilão ainda em 2024”, esclareceu Ratinho Junior.

Outro projeto que chamou a atenção do CDPQ foi a Nova Ferroeste, que formará um corredor logístico entre o Porto de Paranaguá a Maracaju, no Mato Grosso do Sul, com ramais até Foz do Iguaçu e Chapecó (SC). Com um investimento estimado de R$ 35,8 bilhões, a nova ferrovia vai reduzir em 30% os custos de transporte de insumos e produtos, a maioria grãos e proteína animal das cooperativas paranaenses, aumentando a competitividade das empresas no mercado internacional.

A previsão é de que a definição da concessionária que executará as obras e administrará o empreendimento por 99 anos seja definida até 2025. Com 1,3 mil quilômetros de extensão, a Nova Ferroeste também é considerada pela Sustainable Markets Initiative, do Reino Unido, uma solução de transporte sustentável por ter uma capacidade substancial de redução na emissão de gases do efeito estufa.

CDPQ
Com sede em Montreal, no estado de Quebec, a CDPQ atua como um fundo de pensão de longo prazo é uma das maiores gestoras de fundos institucionais do Canadá. Os gestores que participaram receberam o governador e demais representantes paranaenses administram um portfólio avaliado em aproximadamente US$ 365 bilhões, o que equivale a quase R$ 1,9 bilhão na cotação atual da moeda americana.

Além de buscar retornos financeiros sólidos, a instituição adota uma abordagem de investimento responsável, considerando fatores ambientais, sociais e de governança (ESG). Isso inclui investir em projetos que aliem o retorno financeiro com práticas sustentáveis e éticas. O vice-presidente executivo e chefe de investimentos em infraestrutura do CDPQ, Emmanuel Jaclot, que recebeu a delegação paranaense, é responsável por identificar oportunidades de negócios globais em setores como energia, transporte, telecomunicações e serviços públicos.

AGENDA NO CANADÁ
O Canadá é o terceiro destino internacional da nova missão do Governo do Paraná. Na sexta-feira (10) o encontro foi com fundos de pensão e empresários canadenses. No sábado (11), o governador se reuniu com investidores de Toronto, que é o maior centro financeiro do país e capital da província de Ontário. Assim como a agenda de Montreal, as conversas giraram em torno dos potenciais logísticos e econômicos do Paraná para o firmamento de possíveis novas parcerias.

No domingo (12), já em Montreal, Ratinho Junior se reuniu com o diplomata canadense e ex-cônsul geral do Canadá em São Paulo Stéphane Larue, que ocupa o posto de presidente da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC). O objetivo foi aprofundar as possibilidades de parcerias com o país norte-americano, dando sequência à Paraná Infrastructure Round Table, rodada de negócios promovida na última sexta-feira com fundos de pensão.

Com o fim da agenda no Canadá, a delegação segue para Nova York, nos Estados Unidos, onde permanece até sexta-feira (17) para novos encontros bilaterais. A cidade é o último destino da missão internacional organizada pela Invest Paraná, e que também envolveu visitas à França e Polônia.

COMITIVA
Participaram do encontro os secretários de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; do Planejamento, Guto Silva; e da Comunicação, Cleber Mata; o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; os deputados estaduais Alexandre Curi e Gugu Bueno; e o prefeito de Campina Grande do Sul, Bihl Zanetti.

GALERIA DE IMAGENS

--------
Foto: Jonathan Campos/AEN

A comitiva paranaense liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior concluiu nesta segunda-feira (13), em Montreal, a agenda de encontros no Canadá dentro da mais recente viagem internacional do Governo do Estado

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!