Posses marcarão o 1º de janeiro

Posses marcarão o 1º de janeiro

Cleucimara Santiago

A exemplo de anos anteriores, a maioria das cidades de nossa Campos Gerais realizará solenidades de posse dos eleitos nas câmaras municipais, com a diferença que este ano, devido a pandemia do novo coronavirus, as cerimônias serão restritas e em boa parte transmitidas on-line. Todos os eleitos participaram da cerimônia de diplomação e estão aptos a assumirem as funções em 1 de janeiro de 2021. Logo após a posse, as câmaras de vereadores realizam a eleição das mesas diretivas.

Posses em Castro

Reeleitos o prefeito Moacyr Fadel (PATRIOTA) e o vice Álvaro Telles (PSL), e os vereadores da nova gestão realizam cerimônia de posse às 10 horas da manhã em 1° de janeiro, na Câmara Municipal de Castro. Quanto aos secretários os governantes não irão fazer alteração, permanecendo os mesmos. A cerimônia será restrita apenas aos eleitos.

Secretariado

  • Procuradoria Geral do Município – Julio Philbert;
  • Gabinete do Prefeito – Graziele Gomes;
  • Secretaria Municipal de Fazenda – Karime Fadel Zadhi;
  • Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento Urbano – Emerson Fadel Gobbo;
  • Secretaria Municipal de Educação -Rejane de Paula Nocera;
  • Secretaria Municipal de Esporte e Juventude -Marcos Vinicios de Rocco;
  • Secretaria Municipal da Família e Desenvolvimento Social -Ana Carolina Barros;
  • Secretaria Municipal de Gestão Pública – Mauricio Fadel;
  • Secretaria Municipal de Interior e Obras e Serviços Públicos – Paulo Nocera;
  • Secretaria Municipal de Saúde- Maria Lidia Kravutschke;

Para a câmara de vereadores, tomam posse, os seguintes vereadores;
Professor Jonathan (PSC), Neto Fadel (PATRIOTA), Jhonnathan Flugel (PODE), Joel Zeca (PSC), Gerson Sutil (PSC), Paulinho Farias (PSD), Guto Beck (PP), Rafael Rabbers (PTC), Cezar do Povo (DEM), Mauricio Kusdra (PSB), Joel Fadel (PATRIOTA), Ze Nocera (PATRIOTA), Jovenil (PODE).

Logo após a cerimônia de posse, os vereadores se reúnem para decidir a presidência da casa de leis. Dos 13 vereadores, o PSC e o Patriota, partido do prefeito reeleito, têm as maiores bancadas com três parlamentares cada. PODE tem dois, e PSD, PP, PTC, DEM, PSB um parlamentar cada.

Posses em Palmeira

A posse do prefeito Sérgio Belich (DEM) e o Vice-Prefeito Major Schulli (PP) e dos vereadores eleitos, acontece as 9 horas da manhã na sede da Câmara Municipal, de forma restrita.
Das 12 secretárias, o prefeito agrupou quatro. Confira os nomes:

  • Secretária de Finanças e Gestão Pública: Marcos Bordinhão;
  • Secretaria de Obras, Urbanismo e Indústria e Comércio (futura Secretaria de Desenvolvimento Urbano): Fernando Capraro;
  • Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural: Fernando Voltarelli (ficará responsável pelas estradas rurais);
  • Secretaria de Saúde: Giovatan de Souza Bueno;
  • Secretaria de Cultura, Turismo, Relações Públicas e Meio Ambiente: Rodrigo Moraes Haniskevicz;
  • Secretaria de Assistência Social: Mario Wieczorek;
  • Secretaria de Educação: Andrieni Caldas de Paula (secretária da gestão anterior);
  • Procurador Geral do Município: Carlos Eduardo Rocha Mezzadri.

Devido a pandemia, a Secretaria de Educação não foi alterada, podendo haver modificação após diálogo com a comunidade escolar. O prefeito eleito destaca que os secretários escolhidos são pessoas qualificadas, técnicas e experientes nas áreas escolhidas e que a qualquer momento o prefeito e vice poderão fazer mudanças. Durante o ano, Belich que agrupou as secretárias, pretende criar um novo organograma da prefeitura para que seja aprovado na câmara e trabalhado PPA (Plano Plurianual), LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), LOA (Lei Orçamentária Anual).
Assumem ainda dia 01, os nove vereadores eleitos, Egon Krambeck (DEM), Marcel (PSDB), Lucas Santos (PSL), Polentinha Piá do Posto (PSD), Odair Junior (PSD), Vane (PSDB), Vaguinho (PROS), Rogério Mané (PMB), Gilberto Açougueiro (PATRIOTA).

Presidência da Câmara
Em conversa com a reportagem do Página Um News, o vereador Egon Krambeck (DEM), mesmo partido do prefeito eleito Sérgio Belich, disse que estão tentando uma chapa de consenso, “mas poderá existir uma segunda chapa. Entretanto, as intenções são legitimas, e, dentro de um processo democrático”.

Posses em Piraí do Sul

O prefeito Henrique Carneiro (DEM), o vice-prefeito Wagner Zadra assumem a prefeitura de Piraí do Sul e os vereadores assumem dia primeiro de janeiro de 2021em Sessão Solene de Posse para o mandato 2021/2024. A cerimônia será no prédio do Legislativo (Largo Frei Guido Hussmann, 285). Neste ano, como medida de segurança devido a pandemia de Covid-19, a solenidade ficará restrita aos eleitos, que poderão levar apenas um convidado. A comunidade poderá acompanhar a posse pela internet, no site e nas redes sociais da Câmara.

  • Secretaria de Educação e Cultura – Diácono Paulo Henrique Capillé Fernandes;
  • Secretário Municipal da Saúde – Julio Cezar Sandrini;
  • Secretário Municipal da Infraestrutura – Luiz Gonzaga Sampaio Mainardes;
  • Secretário Municipal da Agricultura e Abastecimento – Emerson Luís da Cruz;
  • Secretária Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos- Viviane Maria Ribas de Souza;
  • Secretária de Negócios Jurídicos – Rafaella Martins de Oliveira;
  • Secretária de Trabalho, Emprego e Promoção Social – Maria Lucia da Silva Godoi;
  • Secretário do Planejamento e Coordenação Geral – Ricardo Lopes;
  • Secretário Municipal da Fazenda – Vinícius André Brizola de Oliveira;
  • Chefe de Gabinete – Fabiana do Rocio Soucek Martins.

Vereadores eleitos

Vereadores Jairo Atleta (PSC), Rogerio Torno (MDB), Mariana Zadra       (PTC), Parailio King (MDB), Professor Valentim (PSD), Edson Staron  (PSB), Silvia (PTC), Rogerio Santos (PSD), Carlinho do Gás (PROS)

Posses em Tibagi

O prefeito Arthur Ricardo Nolte (PSC), o ‘Butina’, o vice Jorge Queiroz (PTB) e os vereadores eleitos assumem seus postos, dia 01 de janeiro as 15 horas na Câmara de Vereadores do Município. O prefeito eleito dará posse virtualmente aos seguintes secretários.

  • Secretária de Administração – Débora Bittencourt Fernandes;
  • Secretária de Ação social – Renata Bierstecker;
  • Secretário de esportes – Laércio Aleixo;
  • Secretária de finanças – Joairan Martins Carneiro;
  • Secretária de meio – ambiente SEMA – Elizeu Cortez;
  • Secretária de Obras e Serviços Públicos – Danilo Schiochet;
  • Secretária de Planejamento e Desenvolvimento – Luana Taques Ribeiro;
  • Secretaria de Educação – Anee Elize Wrobel;
  • Secretário de Transportes: Cornélio Ardoom;
  • Procurador Geral do Município – Leonardo José Mendes;
  • O responsável pela assessoria de comunicação será Luiz Fernando Souza;
  • Controladora Interna: Jussara Alberti Gomes;
  • Coordenador de Cultura E Turismo : Marco Nadal;
  • Secretário de Agricultura – Argelico Prestes – agricultura.

Butina já havia confirmado como chefe de gabinete, Dr José Edgar Alves do Santos Filho, mas houve mudanças e o novo nome ainda não foi divulgado, devendo ficar um funcionário de carreira interinamente até a decisão do nome do cargo.

Vereadores eleitos
Marilene Serenato “Maninha” (MDB), Orlei Costa (Podemos), José Tibagy de Mello “Dr Zezito” (PSD), Paulo Cezar Martins “Paulo Bugiganga” (MDB), Giuliana de Moura Silva “Juju Silva” (MDB), João Paulo Ribas (DEM), Antônio Barbosa Quadra “Tonico”(MDB), Gilson Roberto dos Santos Lima (PSC), José Enio Antunes (PSC).

Presidência
MDB, PSC, DEM, PSD e PODEMOS são os cinco partidos que formam a nova câmara municipal de Tibagi.
O MDB tem quatro dos nove vereadores eleitos, entre eles, as duas mulheres do legislativo, sendo Maninha a vereadora mais votada da cidade e Juju a mais jovem. O PSC terá dois representantes. PSD, DEM e PODEMOS terão um representante de cada partido.

Todos participaram da cerimônia de diplomação e estão aptos a assumirem sus funções em 1 de janeiro de 2021.
José Tibagy de Melo, Dr. Zezito, encabeça uma chapa que tem como vice José Ênio, 1ª Secretária Maninha, 2º Secretário Paulo Bugiganga e ainda conta com Orlei e Gilson, como suplentes.
Três vereadores não fecharam com a chapa, Juju Silva (MDB), João Paulo Ribas (DEM), Antônio Barbosa Quadra “Tonico”(MDB).
Três vereadores não fecharam com a chapa, Juju Silva (MDB), João Paulo Ribas (DEM), Antônio Barbosa Quadra “Tonico”(MDB).

Posses em Ponta Grossa

Em cerimônia às 14 horas no Cine Teatro Ópera, a prefeita eleita de Ponta Grossa, Elizabeth Schmidt (PSD), o vice Capitão Saulo Vinicius Hladyszwski (PSD) e 18 dos 19 vereadores eleitos de Ponta Grossa assumem seus cargos. A exceção fica por conta do vereador Valter José de Souza que encontra-se preso temporariamente pela Operação Saturno do Gaeco. O vereador que foi reeleito para o quarto mandato, após a primeira sessão de 2021, que acontecerá na segunda quinzena de fevereiro, tem até duas semanas para tomar posse do cargo.

Secretários já anunciados pela prefeita eleita, são:

  • Secretaria da Fazenda – Cláudio Grokoviski ( servidor de carreira efetivo na Prefeitura de Ponta Grossa desde 1995)
  • Chefia de gabinete – Cliciane Garczarek ( graduada em Tecnologia em Gestão Pública);
  • Procuradoria Geral do Município -, Gustavo Schemim da Matta (advogado com especialização em Direito Empresarial e Advocacia Empresarial);
  • Secretaria Municipal de Educação – Simone Pereira Neves (professora da Rede Municipal de Ensino há mais de 30 anos);
  • Fundação Municipal de Saúde – Rodrigo Daniel Manjabosco, (servidor do Município desde 2011, atuando em Medicina de Família e Comunidade);
  • Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar) – Marinês Kabbas Viezzer; assistente social servidora da Prolar por 30 anos;
  • Secretaria Municipal de Serviços Públicos/CPS ) – Eduardo Marques (continua);
  • Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública – Tania Maria Sviercoski Pinto (delegada adjunta da 13ª SDP);
  • Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos – Mauricio Silva;
  • Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária e Abastecimento – Osmar Hilgemberg Júnior;
  • Secretaria Municipal de Governo – Sebastião Mainardes Junior ;
  • Secretaria Municipal de Políticas Públicas Sociais – Simone Kaminski de Oliveira;
  • Secretaria Municipal de Turismo – Paulo Roberto Baptista Stachowiak;
  • Secretaria Municipal de Esportes – Marco Raasch;
  • Fundação Municipal de Cultura – Alberto Schramm Portugal;
  • Secretaria de Infraestrutura e Planejamento e IPLAN – Celso Augusto Sant’Anna ;
  • Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional – José Loureiro Neto;
  • Secretaria Municipal de Meio Ambiente – André Luis Pitela;
  • Afepon – Tônia Mansani De Mira;
  • AMTT (Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes) – Celso Cieslak.

Informações extraoficiais indicam que Romualdo Camargo assumirá a Controladoria Geral do Município.

Câmara de vereadores
Assumem ainda os vereadores, Dr. Zeca (PSL), Geraldo Stocco (PSB), Joce Canto (PSC),Soldado Pastor Ezequiel (Avante), Dr. Erick (PSDB), Felipe Passos (PSDB), Paulo Balansin (PSD), Divo (PSD), Leandro Bianco (Republicanos), Daniel Milla (PSD), Julio Kuller (MDB), Ede Pimentel (PSB) Izaias Salustiano (PSB), Filipe Chociai (PV), Léo Farmacêutico (PV), Jairton da Farmacia (DEM), Missionaria Adriana Jamier (SD), Josi Mais Coletivo (PSOL), Valtão (PRTB).

Eleição da mesa
Uma chapa com doze dos dezenove vereadores eleitos em Ponta Grossa para o mandato de 2021/2024 definiu os cinco membros da chapa que concorrerá a Mesa Executiva da Câmara Municipal de Ponta Grossa para o biênio 2021-2022. A chapa que detém a maioria dos vereadores realizou a inscrição na segunda-feira (28). Ficando definido que atual presidente, vereador Daniel Milla Fraccaro (PSD), deverá permanecer na presidência. A vice-presidência do legislativo ficará com o jovem Filipe Chociai (PV), eleito para o primeiro mandato de vereador. Dr. Erick Camargo (PSDB) foi escolhido para ocupar o cargo de primeiro-secretário, Pastor Ezequiel Bueno (Avante) como o segundo-secretário e o terceiro-secretário Dr. Zeca Raad (PSL). Esse grupo forma a base aliada a prefeita eleita, Elizabeth Schmidt.

Não fazem parte do grupo dos treze, os vereadores do PSC, MDB, PSOL e PSB. São eles, Joce Canto (PSC), Julio Kuller (MDB), Josi Mais Coletivo (PSOL) e os três eleitos pelo PSB Geraldo Stocco (PSB), Ede Pimentel (PSB), Izaias Salustiano (PSB). O vereador Valter Souza encontra-se preso pela Operação Gaeco e é alvo de processo de cassação.

Além Daniel Milla (PSD) concorrem a presidência, Geraldo Stocco (PSB) e Izaias Salustiano (PSB); para a vice-presidência, os candidatos são Filipe Chociai (PV) e Joce Canto (PSC); para o cargo de 1o. Secretário, os inscritos são Dr. Erick (PSDB) e Josi do Coletivo (PSOL); para a segunda secretaria só está inscrito o Pastor Ezequiel Bueno (AVANTE); e para a terceira secretaria, concorrem Dr. Zeca (PSL) e Julio Kuller (MDB).

EM PONTA GROSSA
O vereador Daniel Milla Fraccaro que teria 12 votos contados com o dele, e uma eleição tranquila para a presidência da Câmara de Ponta Grossa, teve sua candidatura impugnada pela juíza Érica Watanabe e não poderá disputar a Casa de Leis. O motivo seria o fato de ele já ter sido presidente na última legislatura. Essa decisão fortalece outros dois nomes, Geraldo Stocco e Izaias Salustiano, ambos da oposição, que já se lançaram. A reportagem
não conseguiu apurar se Milla poderá trocar o seu nome por outro.

A eleição da Mesa Executiva acontece em Sessão especial que será realizada nesta sexta-feira (01), a partir das 16 horas, no plenário da Câmara. A Sessão será presidida pelo vereador mais votado no pleito: Dr. Zeca Raad.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.