Deputada Mabel Canto quer saber porque a SESA estocou equipamentos para o combate ao Covid

Deputada Mabel Canto quer saber porque a SESA estocou equipamentos para o combate ao Covid

Da Assessoria

A deputada Mabel Canto questionou durante a sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (29 de junho), o motivo pelo qual a Secretaria do Estado da Saúde – SESA, tem mantido estocados diversos equipamentos hospitalares, que poderiam estar sendo utilizados no combate ao Covid-19, como camas hospitalares, eletrocardiógrafos, estetoscópios e aspiradores cirúrgicos.

Segundo a deputada, os equipamentos foram adquiridos através de dispensa e inexigibilidade de licitações, com verbas destinadas especificamente para o combate à pandemia, entretanto, estariam guardados no almoxarifado da SESA, no chamado complexo Jardim Botânico em Curitiba.

A deputada protocolou requerimento de informações direcionado ao secretário de Saúde do Estado do Paraná, Beto Preto, questionando além dos equipamentos de saúde estocados, também sobre o fato de a SESA ter adquirido 160 ambulâncias com a finalidade de disponibilizá-las aos municípios do Estado até o final do primeiro semestre de 2020, entretanto, informações dão conta de que 40 destas ambulâncias ainda não teriam sido destinadas para atendimento da população, apesar de devidamente emplacadas e prontas para uso, cujo valor somado, valeria cerca de R$ 6 milhões em ambulâncias paradas.

Outro questionamento levantado pela parlamentar é de que o Governo do Paraná adquiriu 1500 veículos Gol, a serem destinados ao Programa Saúde da Família, dos quais muitos se encontram parados, assim como as ambulâncias, em situação que beira ao abandono, apesar de emplacados e ao que se sabe, em plenas condições de uso, conforme fotos que serão encaminhadas aos órgãos de fiscalização competentes.

“Por que essas ambulâncias e carros estão parados? Por que tantos equipamentos parados num momento tão difícil para nossa população? Queremos saber o porquê desses equipamentos estarem parados há muito tempo no almoxarifado da SESA. Se eles foram comprados com dispensa de licitação justamente para serem utilizados na pandemia, por qual motivo ainda não foram entregues aos municípios?”, questionou a parlamentar.

Um dia antes

Com o objetivo de sugerir a criação de auxílio financeiro destinado a familiares de vítimas da Covid-19 no Paraná, nos moldes da iniciativa do governo de São Paulo, a deputada Mabel Canto (PSC) encaminhou na manhã de terça-feira (29 dejunho), ao governador Ratinho Junior, expediente administrativo assinado por diversos parlamentares.

Em sua justificativa, Mabel Canto registra a necessidade de amparo a diversas famílias paranaenses que convivem não só com o luto consequente da perda de um ente querido em decorrência da Covid-19, mas também com sérias dificuldades financeiras. Muito embora nenhum valor pecuniário possa aliviar a dor de quem lida com a perda de um parente, acredita-se que um auxílio financeiro permitirá que famílias socialmente vulneráveis possam se reconstruir.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.