Câmara dos deputados homenageia ex-ministro da agricultura Alysson Paolinelli indicado ao Prêmio Nobel da Paz

Câmara dos deputados homenageia ex-ministro da agricultura Alysson Paolinelli indicado ao Prêmio Nobel da Paz

Da Assessoria

A Câmara dos Deputados realizou, na terça-feira (22), cerimônia em homenagem a Alysson Paolinelli, ex-ministro da Agricultura, no Salão Negro do Congresso Nacional.

Chamado de Pai da Agricultura Moderna , uma verdadeira revolução que fez no Brasil, tornando o país um dos maiores produtores mundiais de alimentos, o agrônomo Paolinelli foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2021. Elegeu-se deputado federal por Minas Gerais nas eleições de 1986, fazendo parte da Assembleia Nacional Constituinte de 1987 a 1988.

Nascido em Bambuí (MG), Alysson Paolinelli foi titular do Ministério da Agricultura de 1974 a 1979, durante o governo do presidente Ernesto Geisel. Ciente da importância do investimento em pesquisa e tecnologia para o campo, foi responsável por modernizar a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e promover a ocupação econômica do cerrado brasileiro.

Legado

A presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), disse que Paolinelli foi lembrado pelo Brasil e já faz parte da história do Prêmio Nobel. Segundo ela, o ex-ministro cria a agricultura moderna e traz um grande legado para o País.

“Paolinelli foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz pelas suas contribuições ao longo de sua vida para tornar o Brasil uma potência mundial em produção e exemplo em sustentabilidade, além de seu trabalho intenso na defesa da segurança alimentar, pesquisa e inovação tecnológica. Agora estamos apoiando, torcendo e vibrando com essa indicação do nosso ex-ministro e eterno Professor da Agronomia”, enfatizou a presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rual, deputada Aline.

Pesquisa

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou que Paolinelli fez toda diferença para a agricultura brasileira. Para ela, o ex-ministro foi um divisor de águas ao estimular a pesquisa agropecuária. “Foi graças a Paolinelli que hoje abastecemos nossa população e exportamos alimentos para mais de 180 países, com produtos de qualidade, que chegam a mercados exigentes, principalmente neste momento difícil da pandemia”, afirmou a ministra.

“Hoje vemos essa maravilha do Cerrado brasileiro graças à tecnologia e à inovação dos produtores rurais que acreditaram na ciência e transformaram a agricultura brasileira. O Brasil é uma potência agroambiental”, comemorou a deputada do Agro.

Embrapa

Paolinelli foi responsável por modernizar a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e promover a ocupação econômica do Cerrado brasileiro. Implantou um programa de bolsas de estudos para estudantes nos maiores centros de pesquisa em agricultura do mundo. Cuidou também da estruturação do crédito agrícola e do reequacionamento da ocupação do bioma amazônico. Em 2006, Paolinelli ganhou o World Food Prize, concedido a pessoas que ajudaram consideravelmente a melhorar a qualidade, quantidade ou disponibilidade de alimentos no mundo.

O evento também comemorou um ano do Canal AgroMais da Rede Bandeirantes.

A deputada do Agro agradeceu a rede bandeirantes de televisão pelo canal de coerência, compromisso com a verdade e responsabilidade com o Brasil e com o Agro, mencionou que esteve na inauguração do mesmo ao lado do Presidente Bolsonaro, bem como já esteve participando de duas entrevistas no canal.

Enfatizou que este evento tem dupla comemoração , devido a importância da indicação do ex-ministro Paolinelli, que só em 1970 um representante do Agro concorreu ao Prêmio Nobel da Paz e que hoje temos a oportunidade de reconhecer um brasileiro que já fez história. “Aprendi muito nestes 20 anos de política, que as homenagens devem ser prestadas em vida, para que o homenageado posso perceber que todo seu empenho e dedicação valeu a pena, foi fantástico tudo que o ex-ministro Alysson Paolinelli realizou pelo nosso país e pelo mundo. Hoje será um marco na história, temos o pai da matemática: Pitágoras, o pai da medicina: Hipócrates e agora o pai da agricultura moderna: Alysson Paolinelli. O Brasil tem na sua história nomes fantásticos como o do Piloto Ayrton Senna que contribuiu com sua garra, coragem e determinação, a Drª Zilda Arns pelo seu exemplo de dedicação e amor ao próximo, o astronauta Marcos Pontes pela sua ousadia, talento e capacidade, a Irmã Dulce pelo seu exemplo de bondade e dedicação aos irmãos e hoje temos Alysson Paolinelli, que garantiu a segurança alimentar do Brasil e do Mundo. Não somos apenas o Brasil do Carnaval, o Brasil do Samba, do Futebol, nós somos o Brasil do Agro, agro que todos os dias faz com que os nossos produtores e produtoras saiam da cama às 04, 05 horas da manhã para trabalhar e produzir alimentos neste país. Tenho certeza que o Senhor ainda tem muito a contribuir. Siga em frente, vencendo ou não, o senhor já faz parte da história deste país. Para aquele que planta, para aquele que colhe ou para aquele que apenas come, valorize e ame o agro”, concluiu a deputada Aline Sleutjes, presidente da comissão de agricultura, pecuária, abastascimento e desenvolvimento rural da câmara dos deputados.

Estiveram presentes ao evento o secretário de Comunicação da Câmara, deputado Acácio Favacho (Pros-AP), e o secretário de Mídias Digitais da Câmara, deputado Alex Santana (PDT-BA), responsáveis pela produção do evento, também participaram da cerimônia o Presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, o deputado federal Fausto Pinato, o Presidente da Frente Parlamentar Mista Pela Causa da Prematuridade, deputado Capitão Wagner, o Vice-presidente da Câmara dos Deputados Marcelo Ramos, o Presidente da Frente Parlamentar do Agro, deputado Sérgio Souza, o presidente da Comissão de Finanças e Tributação deputado Júlio César, deputado Arnaldo Jardim, do Senador Carlos Favaro que representou o Presidente do Senado Federal Rodrigo Pacheco e em seu discurso ressaltou que a agropecuária é a mola propulsora da economia brasileira.

A Cerimônia contou ainda com a presença do empresário João Carlos Saad presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação e fundador do canal AgroMais que completou um ano de atividade, noticiando tudo o que acontece no mundo do agronegócio, além de diversas autoridades diplomáticas como o embaixador da República da Índia no Brasil, Suresh Reddy, o embaixador da República Islâmica do Irã no Brasil, Houssein Gharibi, bem como o embaixador da República do Azerbaijão, Elkhan Polukhov.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.