Aliel propõe audiência pública em Brasília contra cortes na Educação

Aliel propõe audiência pública em Brasília contra cortes na Educação

Da Assessoria

A Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara aprovou hoje, 02, requerimento apresentado pelo deputado federal Aliel Machado (PSB-PR) para que seja realizada audiência pública com a participação da presidente da Capes, Cláudia Toledo. Durante a reunião, o deputado leu uma carta enviada à Comissão pela Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (APIESP), manifestando o apoio aos Programas Institucionais de Iniciação à Docência (PIBID) e Residência Pedagógica (RP) em contrariedade às medidas de contenção indicadas pela Capes no último dia 29 de abril de 2021.

De acordo com a APIESP, as medidas anunciadas pelo Governo tem um desastroso impacto para as instituições de ensino superior, tanto quanto incalculável prejuízo para os programas e para o desdobramento social decorrente do corte de bolsas aos nossos estudantes, corroborando, assim, drasticamente com o desmantelamento das Licenciaturas e das Políticas de Formação Docente.

Além disso, aponta o documento, “os impactos da decisão intempestiva indicada pela Capes, impõe um agravamento acentuado das condições de formação docente, sobretudo neste momento em que as instituições e suas comunidades estão empenhando irrestritos esforços para enfrentar as condições advindas da Pandemia COVID-19, dentre elas, na esfera dos programas, os diferentes cenários acadêmicos e escolares, calendários institucionais distintos e metodologias remotas de ensino”, relatam. 

O objetivo da convocação da presidente da Capes, segundo Aliel, é debater o corte de bolsas aos estudantes, corroborando drasticamente com o desmantelamento das Licenciaturas e das Políticas de Formação Docente no Brasil.

De acordo com o parlamentar, é preciso unir esforços contra o retrocesso. “Num momento em que todos os campos buscam limitar o corte e as ações do Governo na área econômica, consideramos um grande erro afetar a educação, a ciência e as instituições de ensino superior. Precisamos atuar unidos,  pois isso representa um retrocesso, um atraso. De maneira alguma, agir sob qualquer aspecto ideológico ou político, e sim a valorizar a ciência e a educação, que une a todos nós”, lembrou o deputado. 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior é uma fundação vinculada ao Ministério da Educação que atua na expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no País.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.