Obra do viaduto estaria causando danos nas residências vizinhas

Obra do viaduto estaria causando danos nas residências vizinhas

Luana Dias

Moradores da Rua José Marques, no Bairro Frei Mathias em Castro procuraram a reportagem para relatar danos que segundo eles, a obra de construção do viaduto na PR-151 vem ocasionando em suas residências. De acordo com os relatos, pelos menos três casas estariam sendo afetadas depois que as máquinas começaram a trabalhar na obra. Os principais problemas observados pelos moradores são rachaduras nas paredes e calçadas, um muro que chegou a cair graças ao movimento das máquinas e em uma das casas, a estrutura sofreu alteração.

Além de danificar as residências que estão próximas à rodovia, a obra também teria causado danos ambientais na região, conforme relataram os moradores. Um córrego que passava na parte de atrás das casas teria secado depois que os serviços foram iniciados, algumas árvores teriam sido derrubadas, e outras estariam secas. Se comparada à imagens da internet (Google Maps), feitas antes de a obra ter começado, a paisagem do local de fato sofreu grave alteração depois que o viaduto começou a ser construído, e atualmente é possível ver uma área verde bem menor que a existente no local antes da obra.

O que diz a empresa responsável pela obra

A reportagem entrou em contato com a CCR Rodonorte, empresa responsável pela obra, para saber quais providências devem ser tomadas pelos moradores que estão sendo prejudicados com a execução dos serviços. Por meio da assessoria de comunicação, a Concessionária enviou uma nota afirmando que as reclamações foram enviadas para a ouvidoria da empresa, e que posteriormente foram encaminhadas para análise. “Todas as orientações serão enviadas aos moradores envolvidos. Destacamos que análises preliminares descartaram riscos estruturais”, afirma a nota.

A nota também orienta os moradores a procurarem os engenheiros responsáveis pela obra, ao detectarem danos causados pela execução dos serviços. “A Companhia ainda reforça que a obra está sendo realizada em zona urbana, sendo passível de impactos em edificações circunvizinhas. No caso de eventuais impactos, os moradores devem procurar os engenheiros responsáveis que acompanham as obras diariamente e/ou através da ouvidoria”, finaliza.

Fotos: Divulgação

Muro chegou a cair com a movimentação das máquinas

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.