Dia das mães exige inovação e criatividade para alavancar vendas

Dia das mães exige inovação e criatividade para alavancar vendas

Luana Dias

Mais um dia das mães se aproxima, e com ele a necessidade de o comércio vender bem para recuperar-se dos dias de lockdown. Como a data é considerada a segunda mais importante para o comércio varejista, ficando atrás somente do Natal, é necessário e oportuno inovar, impulsionar as vendas de forma criativa e cativar os clientes, afinal, como bem lembra Rodrigo Rodrigues da Luz, que é presidente da Associação Comercial e Empresarial de Castro (Acecastro), quando se trata do dia das mães, opções para presentear não falta. “A oferta na rede é muito grande em diversas áreas, por isso, é preciso ter um diferencial. É importante se atentar às questões de teleatendimento e buscar capacitação”, ressalta.

Conforme destaca Rodrigo, além de focar na qualidade do atendimento e ficar atento à tendência das vendas em plataformas virtuais, o comerciante também deve pensar em alternativas que tornem o seu produto ou serviço atrativo e viável, para ser aceito como boa opção de presente. Também vale pensar em condições de pagamento diferenciadas e fazer boa divulgação, para ser visto e lembrado pelo cliente. “É necessário ter criatividade. Se é uma loja que vende roupas de festa, por exemplo, ela não vai vender agora nesse período, nem adianta fazer delivery. Então, é preciso se reinventar. Ao invés de vender produtos de festas, pode vender roupas para home office, uso em videoconferência”, destaca.

Atrair os clientes oferecendo condições diferenciadas de pagamento também é a dica da Ana Maria Sleutjes, da Câmara da Mulher Empreendedora de Castro. “O dia das mães é uma data que costumeiramente movimenta muito o comércio, aumenta as nossas vendas. Difícil encontrar alguém que não queira presentear a sua mãe, esposa ou uma pessoa especial nesse dia. Acredito que para atrair clientes, principalmente nesse momento de crise, é importante oferecer produtos diferenciados e boas condições de pagamento, com desconto no preço à vista e maior número de parcelas no preço a prazo. Outro fator importante são as promoções com prêmios da própria loja, algo que atraia o cliente para uma próxima compra”, destaca.

Já o presidente da Acecastro também lembrou que a fase requer negócios feitos com os pés no chão, porém, o otimismo não deve ser deixado de lado, justamente por ter a importância que tem a data, no calendário das celebrações familiares. “É obvio que o consumo não será o mesmo neste ano, mas terá vendas. As pessoas terão dificuldades para escolher os presentes, por isso é importante oferecer conveniência, comodidade e agilidade para vender o produto”, finalizou.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.