Operário empata em casa com o Londrina e se despede do Paranaense

Operário empata em casa com o Londrina e se despede do Paranaense

Matheus de Lara

Ponta Grossa – Em jogo que poderia classificar um dos dois times para a grande final do Campeonato Paranaense, o Operário Ferroviário não saiu do empate de 1 a 1, no Estádio Germano Kruger. O Tubarão já estava em vantagem após vencer o primeiro confronto da semifinal por 1 a 0. A partida de volta aconteceu na tarde de terça-feira (6), em Ponta Grossa.

Ao longo do primeiro tempo da partida, o Londrina assustou a equipe de Ponta Grossa aos 11 minutos, quando Juan Matos bateu fora da área, mandou baixo no meio do gol, e o goleiro Simão fez a defesa. Aos 24 minutos, Alex Silva, do Operário, cruza e Shumacher pertinho do gol não cabeceia bem e mandou a bola para fora. Minuto depois, Tomas Bastos, arrisca de fora da área, mas pega muito mal na bola. Aos 37 minutos, Tubarão quase abriu o placar após Felipe Vieira passar a bola na esquerda, receber de Tiago Orobó e cruzar fechado, e Simão não alcançado a bola que passou em frente ao gol.

Aos 40 minutos, Tomas Bastos quase marcou para o alvinegro. Rodolfo Filemon antecipou a saída do goleiro Dalton, mas a bola foi para fora. No final do primeiro tempo, o Londrina quase marcou aos 48 minutos, depois que Juan Matos arriscou o chute, e Simão consegue fazer a defesa.

Pelo segundo tempo de partida, aos três minutos através de um contra-ataque, Tomas Bastos recebe pelo meio do campo e chuta de fora da área, mas a bola passa ao lado, perto da trave do Londrina. Aos seis minutos, Djalma Silva cobra falta, mas o goleiro do Londrina dá o rebote para frente e depois bloqueia Tomas Bastos e Shumacher. Na sequência, Alex Silva chutou, mas foi evitado por Felipe Vieira evitar o gol do Fantasma. Aos 12 minutos, o Operário teve a grande chance de marcar com Felipe Garcia, que passou entre os zagueiros pelo meio, e saiu na cara do goleiro.

Aos 17 minutos, o Londrina marca 1 a 0, após Danilo cobrar escanteio e Salatiel que subiu mais que a zaga do Fantasma e mandar de cabeça para a rede. Aos 26 minutos, Pedro Ken manda de cabeça após receber bola de Djalma Silva, mas Dalton consegue fazer a defesa. Aos 32 minutos, Felipe Garcia desvia a bola de cabeça, bate no goleiro do Tubarão e depois vai para fora, marcando escanteio para o Operário. Leandrinho cobrou o escanteio, mas a bola passou por todo mundo na área.

Quase nos acréscimos do segundo tempo, aos 41 minutos Rafael Oller recebe da área, tocou para saída de Dalton, e Felipe Garcia mandou para a rede empatando o jogo em 1 a 1, ainda confirmando o Londrina para a decisão da competição. Aos 46 minutos o Fantasma, Fábio Alemão que dominou na área, girou e bateu para o gol, mas a bola vai para o canto e acerta a trave. Aos 48 minutos, Operário teve outra oportunidade de marcar o gol de virada, mas Odivan que mandou de cabeça no meio da pequena área, a bola passou por cima do gol.

Com o placar de 1 a 1, o Londrina se classificou para a final. O adversário deve sair da partida entre Athletico Parananese e FC Cascavel, que ocupam a outra chave da semifinal que segue sem datas e horários dos jogos.

Na Série B

Neste sábado (10), às 11 horas, pelo Campeonato Brasileiro da Série B, o Operário enfrenta o Brasil de Pelotas, em casa no Estádio Germano Kruger, pela décima rodada. Até o momento está em 10° lugar com 12 pontos.

Foto: André Jonsson / OFEC

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.