Quem disse que seria fácil?

Quem disse que seria fácil?

A campanha nem bem começou, mas no tabuleiro da política as peças vão se posicionando, visando o pleito de outubro, nem que cabeças rolem. A situação incomoda do presidente Jair Bolsonaro de declarar, em Maringá, o seu apoio a Paulo Martins ao Senado Federal, teve pressão do governo Ratinho Junior, mesmo que digam que não. Bolsonaro foi testado e não teve saída diante da pergunta do jornalista da Rede Massa, e acabou afirmando que irá apoiar o pré-candidato oficial de seu partido, nesse caso o PL. Para Aline Sleutjes (PROS), resta correr por fora e provar que lá na frente o seu nome é o melhor. Não se pode esquecer que Aline só se lançou nessa corrida após ser provocada pelo próprio Presidente, que em novembro em Castro, ao ser perguntada “se teria coragem de concorrer ao Senado”, respondeu a Bolsonaro que era o que mais tinha.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.