FRIO DE MATAR

FRIO DE MATAR

Imagine você se deparar, da noite para o dia, com temperaturas baixas de bater com os dentes, sem ter o que se agasalhar. Esse é o problema da maioria dos sem-teto que vagam pelas ruas, dormindo embaixo de marquises, quando não na porta de sua empresa. Um problema social que está longe de ser resolvido, mas que pode ser amenizado se houver o acolhimento. Com a chegada do frio, os governos fazem a sua parte, mas é preciso mais, muito mais, e estender a mão dando o pouco para quem não tem nada, pode representar entre estar vivo, ou não.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.