Escola fechada

Escola fechada

É lamentável que se gaste dinheiro e fogos para uma rodoviária que há mais de 80 dias se mostra como um elefante branco, e crianças precisem se descolar por mais de 60 quilômetros entre idas e vindas, todos os dias, para estudar. É o que acontece com jovens estudantes da região das Pedras e do Guabiroba, interior de Castro, que acordam 4h30 para aprender e retornam somente após às 14 horas, cansados da viagem e da aventura diária. O que mais impressiona é que o prédio onde já abrigou uma escola no passado, se deteriora dia após dia, e nada é feito. Um governo municipal que se gaba de ter aplicado o maior reajuste salarial aos seus professores, inclusive empregando dinheiro público para fazer propaganda fora da cidade, deveria ter vergonha na cara e olhar pelos seus jovens.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.