Quedas constantes de energia geram prejuízos para moradores e comerciantes

Quedas constantes de energia geram prejuízos para moradores e comerciantes

Emerson Teixeira

Carambeí – Moradores de vários bairros têm relatado quedas constantes na energia elétrica. As interrupções ocorreram com maior frequência durante esta semana e conforme relatos causaram prejuízos com a queima de aparelhos eletrônicos em estabelecimentos comerciais e residências.

O empresário e diretor de uma instituição de ensino localizada na região central, Thiago Brandt, relata que o maior número de quedas de energia foram registrados nos dias 14 e 15, “na quarta-feira, no período da tarde, foram em torno de seis quedas registradas, além do computador que queimou, também tivemos prejuízos relacionados à produtividade, porque a cada piscada de energia, cai o sistema de internet da cidade toda, o que leva aproximadamente meio hora para que seja reestabelecido, então, se a cada uma hora cai a energia , somando o tempo que leva para voltar a internet, e como nós trabalhamos 100 por cento conectados, na quarta-feira [15] praticamente perdemos o dia todo aguardando a internet voltar”, relata. Com relação ao prejuízo ele destaca que vai abrir protocolo na Copel para que seja ressarcido.

Situação semelhante enfrentou o morador do Jardim Eldorado, Sergio Kogut, que na terça-feira (14), após a queda de energia a máquina de lavar roupas parou de funcionar. “Eu abri um protocolo inclusive, mas infelizmente o técnico da Copel tem 10 dias pra vir em casa e 30 dias pra avaliar o laudo técnico, pra daí mandar consertar e analisar se paga ou não. Resumindo, não vou esperar a Copel durante 40 dias sem máquina”, relata.

Moradora do Residencial Campo Belo, no Bairro Boqueirão, Sandy Kuki, contabilizou na tarde desta quinta-feira (16) um ventilador queimando após a queda da rede elétrica, “outro problema foi a demora no retorno da energia no Campo Belo, a minha casa ficou sem eletricidade, em alguns vizinhos retornou antes, mas em outros não, as carnes descongelaram, estou vendo se não estragaram, eu tinha produtos congelados que não podiam descongelar que perdi, porque ficou muito tempo sem energia, sem contar minha máquina de lavar roupas que começou um barulho estranho depois desses desligamentos”, conta.

Quem também registrou prejuízo no mesmo dia foi o comerciante da Avenida das Flores, na região do Jardim Eldorado, Juan Anhaia, que amargou o prejuízo de um freezer queimado, “também tive a perda de mais de R$ 500,00 em mercadorias que estavam no freezer, foi tudo muito rápido, ainda consegui salvar um pouco dos produtos”, detalha.

Procurada pela reportagem, a Copel se manifestou através da agencia local e orienta que os consumidores que tiveram prejuízos que possam ter relação com as quedas de energia podem procurar pessoalmente a agência de Carambeí para abertura da solicitação ou ainda pelo site da companhia com as informações como data, horário e fotos da ocorrência para preencher o formulário. O prazo que a Copel tem para realizar vistorias nos aparelhos danificados é 10 dias, com exceção de geladeiras e freezers. Em relação às quedas de energia a justificativa é ampliação da rede elétrica na região.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.