Idoso debilitado, supostamente abandonado pela família, vira caso no MPPR em Ponta Grossa

Idoso debilitado, supostamente abandonado pela família, vira caso no MPPR em Ponta Grossa

Da Redação*

Ponta Grossa – Idoso de 66 anos, possivelmente abandonado pela própria família, poderá ter seus direitos aprovados pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), de acordo com o órgão. O caso vem acontecendo na cidade de Ponta Grossa, onde ele reside.

De acordo com o MPPR, o homem teria uma ex-esposa e dois filhos. Quem denunciou o caso ao MPPR foi sua companheira do CAPS, da mesma cidade. De acordo com o descrito, ele tem filho que mora nos Estados Unidos, seu antigo tutor. Após a ida do filho para o exterior, ficou aos cuidados da ex. A solicitante explica que a mulher “não presta os cuidados que necessita, condição é mentalmente debilitada, e ele passa dias no centro da cidade gritando”, diz o documento do MPPR.

A solicitante relatou ao orgão, que presta todo auxílio ao idoso, como cuidados básicos, pois ele mora sozinho. Devido às negligências, este idoso encontra-se magro e debilitado. “Antes ele residia em apartamento, mas sua ex o retirou de lá e o colocou para morar em uma casa, residindo em situação precária” , justifica o texto, por meio da denúncia da solicitante.

“Ainda, que tem conhecimento de que ele possui um imóvel na cidade e teme que familiares o aliene, espoliando-o deste patrimônio, contribuindo para que fique em estado miserável. Desse modo, pede intervenção do Ministério Público para zelar para que os responsáveis por lhe prestem os cuidados devidos”, finaliza o texto.

O procedimento administrativo será analisado pela promotora Eliane Miyamoto Fortes, da promotoria de Justiça de Ponta Grossa.

*Com Assessoria

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!