Diretor do Dentrasede diz que semáforo dá mais mobilidade nas vias de Carambeí

Diretor do Dentrasede diz que semáforo dá mais mobilidade nas vias de Carambeí

Matheus de Lara

Carambeí – Depois da instalação do primeiro semáforo em Carambeí, na Avenida dos Pioneiros, cruzamento com a Rua da Campina, longas filas são registradas em decorrência da grande movimentação de veículos em horários de pico. Há cinco dias em operação, a reportagem do Página Um News conversou com o diretor do Dentrasede, Antonio Joel Coza, para questionar como está sendo avaliado o novo sistema, e se haverá alguma alteração para evitar o congestionamento.

De acordo com ele o novo semáforo está dando resultado. “Após dois dias de estudos, do tempo cronometrado e do número de veículos administrados deste cruzamento, hoje está dando mais mobilidade e segurança das vias neste local”, destaca Coza. Conta, também, que antes do sinaleiro, sempre tinha um agente de trânsito para orientar os usuários, “sem eles o cruzamento se torna um caos, causando travamento para quem queria entrar na Avenida dos Pioneiros”.

Questionado sobre a formação de filas que circula pelas redes sociais, o diretor diz que “o usuário não estava acostumado com o novo sistema causando alguns transtornos, principalmente em horários de picos, das 12 horas até às 13 horas e das 17 horas às 18 horas, onde existe somente a Avenida dos Pioneiros que recebe entrada e saída de um Colégio Estadual”.

Conforme Coza, existem também várias saídas de garagens de ônibus e vans para transporte coletivo que geram grande movimentação no local. “Também temos transportadoras, empresas e transporte de matéria prima do setor agroindustrial da produção de grãos daquela região. Todas passam pela Avenida dos Pioneiros, que hoje para desafogar a via, é necessária uma segunda alternativa, onde a atual gestão já está realizando estudos”, disse.

Outros semáforos

A reportagem também perguntou se em outros pontos do município, serão instalados semáforos. Segundo o diretor “o governo municipal através da Detransede está realizando estudos em outros cruzamentos, como na Avenida das Flores cruzamento com Azaléias e Avenida das Flores cruzamento com a do Pinheiro”, conta Coza.

Foto: Arquivo / Emerson Teixeira

Foto 2 e 3: Redes Sociais

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.