Alunos de Carambeí participam de exposição fotográfica

Alunos de Carambeí participam de exposição fotográfica

Da Assessoria

Carambeí – Alunos do Colégio Estadual Júlia Wanderley, de Carambeí, participam da exposição “Um Olhar sobre a cidade”, idealizada pelo professor de Artes Emerson Luiz Gomes Carneiro. A ideia surgiu a partir de uma aula sobre patrimônio histórico, e na qual os alunos demonstraram interesse pelo tema, elencando vários locais de destaque na área urbana e rural.

O projeto cresceu e a partir do apoio da direção da escola e uma parceria com a prefeitura municipal, criou-se uma exposição fotográfica, com alunos do ensino fundamental e médio, nas turmas atendidas pelo professor Emerson.

O projeto se desenvolveu em três etapas: – Participação de familiares nas aula virtuais narrando momentos da colonização da cidade, que é formada em sua maioria por descendentes de holandeses; 2- Aula de fotografia, com Danilo Quieltica, jornalista da prefeitura, onde os alunos aprenderam noções básicas como luz, enquadramento e profundidade; 3- Pesquisa de campo, com escolha do ambiente a ser fotografado “Desde que demonstre a ótica do aluno sobre a cidade em que vive, seja ela pela vertente histórica, ambiental, social ou econômica” citou o professor.

O projeto também contou com uma palestra, via plataforma meet, de Karen Kobilars, turismóloga da Agência de Desenvolvimento Turístico dos Campos Gerais, que falou sobre a importância da realização do evento na divulgação dos atrativos naturais da cidade, uma vez que o acervo também ficará em exposição virtual no site canalsul.net até o final do ano letivo.

A exposição, realizada com alunos do 6º e 7º anos do ensino fundamental, e 3º ano do médio, tem mais de 60 fotos e irá acontecer entre os dias 23 e 30 de novembro, no hall da prefeitura municipal. A realização é em parceria com o departamento de Cultura do município. A abertura oficial será às 14 horas. Durante a semana estará aberta para visitação no horário comercial, e as escolas municipais irão levar os alunos para conhecerem o novo prédio da prefeitura e assistir a exposição.

A partir do mês de dezembro uma parte da exposição ficará permanente na escola e outra será doada ao acervo do município. Para o professor Emerson “Essa atividade além de possibilitar o uso do celular pelo aluno como ferramenta pedagógica, também contribui na sua formação cidadã pois ele passa a ver sua cidade com outro olhar, agora consciente de sua posição perante a pólis e ajudando na divulgação e preservação do patrimônio público e privado da comunidade em que vive”, finaliza.


Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.