Agroleite: Hotéis com 100% de ocupação

Agroleite: Hotéis com 100% de ocupação

Matheus de Lara

Faltando duas semanas para a 22ª edição do Agroleite, a rede hoteleira de Castro e das cidades circunvizinhas já não possui hospedagens para o período da feira que acontece de 16 a 20 desse mês na Cidade do leite.

A reportagem do Página Um News buscou junto aos hotéis da cidade e de fora, saber a ocupação e o que se previa, confirmou-se: lotação máxima. No Central Palace Hotel, localizado na região central da cidade, todos os quartos estão reservados desde o mês de abril, período em que geralmente abre os pacotes. Já o Urano Business Hotel, próximo ao novo viaduto do município, o gerente Kelton Oliveira disse que a ocupação já foi totalmente preenchida desde o ano passado. “Aqui na unidade temos 12 quartos. O público já reservou tudo adiantado, e tem empresas que já ficam com a gente, por meio de um pacote. A maioria dessas pessoas vem do Rio Grande do Sul e São Paulo, e no dia 15 desse mês os hóspedes já começam a chegar”.

Em Castrolanda, no Hotel Borgen a ocupação é a mesma de 100%. Para o recepcionista Lucas Pinheiro, não há mais vagas disponíveis. “Ao todo temos 16 quartos. A maioria dos hóspedes são de São Paulo, Campinas e da região, e praticamente são os mesmo que agendaram antes da pandemia”.

Já no Hotel Oosterhuis, o recepcionista Marcos Alves descreveu que “estamos com todos os quartos ocupados para o Agroleite. Os 16 quartos estão reservados desde o ano de 2019, e devido a pandemia foi adiado para esse ano as reservas, ou seja, as mesmas pessoas que agendaram só pagaram uma diferença esse ano, para garantir a vaga”. De acordo com Marcos, alguns dos hóspedes são funcionários que ajudam a montar os espaços do evento.

Na cidade de Piraí do Sul, o Hotel Royal, do proprietário Claudinei Pinto Rebelo, disse que todos os 11 quartos foram ocupados. “Inclusive pedimos para antecipar as reservas para não ter problemas e garantir as vagas fechadas meses atrás. A maioria das pessoas são de Minas Gerais, Mato Grosso, São Paulo, entre outros lugares”.

Em Ponta Grossa, a gerente de reservas do Hotel Bourbon, Silmara Santos, explicou que não tem um dado específico se a lotação do hotel é por conta do Agroleite, mas contextualizou que cerca de 80% dos quartos estão ocupados, que somente suítes estão disponíveis, e que a maioria são grupos corporativos que vem de todo os lugares.

A reportagem também entrou em contato com outros hotéis de Castro e região, mas alguns gerentes não estavam disponíveis para atender a ligação, a exemplo do Buganville Palace.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.