Digital Agro apresenta caminhos para a cadeia de alimentos produzir mais, melhor e de forma sustentável

Digital Agro apresenta caminhos para a cadeia de alimentos produzir mais, melhor e de forma sustentável

Da Assessoria

Aumentar a produção de alimentos de forma sustentável, com inovação e atendendo um consumidor mais exigente é o grande desafio da cadeia produtiva do agronegócio. E a Digital Agro irá proporcionar o ambiente para que os principais especialistas do mundo discutam e apresentem soluções. A Digital Agro é realizada pela Frísia Cooperativa Agroindustrial com a coorganização da StartSe e acontecerá entre os dias 12 e 14 de julho, no Centro de Eventos Positivo, no Parque Barigui, em Curitiba (PR).

O evento deste ano tem como tema “AgroRevolution: do campo à mesa” e objetiva preparar os players da cadeia de alimentos para as principais transformações que acontecem e irão se consolidar no futuro.

“Há algum tempo, o mundo discute como produzir mais, melhor e de forma ainda mais sustentável, para atender um crescente número de pessoas. Esse desafio ainda tem como ingrediente atual o constante aumento dos custos, acreditamos que com trabalho, tecnologia e, principalmente, inovação a conta vai fechar e vamos alcançar essa resposta. A Digital Agro, que chega a sua quinta edição, irá contribuir para que os principais agentes, como produtores rurais, indústria, comércio e sociedade, possam, juntos, transformar o campo e atender as mesas da população”, afirma o superintendente da Frísia, Mario Dykstra. 

Painéis

A Digital Agro 2022 terá quatro temas principais que se complementam para a busca da solução aos desafios. A começar por “Novas tecnologias e biotecnologias”, que abordará ferramentas e plataformas que intensificam a produção. A gestão é um pilar que se tornou fundamental, permitindo acompanhar mais de perto a propriedade rural, gerando benefícios em toda a cadeia. 

Outra temática é “Soluções sustentáveis”. “Sem dúvida, é possível produzir preservando o meio ambiente.  Qual será o papel social das organizações e como elas devem se alinhar aos conceitos e exigências do mercado?”, questiona Dykstra.

“Alimentos do futuro e o futuro dos alimentos” também será discutido na Digital Agro. O painel vai abordar como será a alimentação e o consumidor nos próximos anos, além disso como esses alimentos serão produzidos. Essa discussão auxiliará a cadeia a se preparar e se antecipar aos movimentos que já acontecem. 

O tema “Inovação na prática: investimento, startups e cases” foca na inovação como uma necessidade para as empresas atenderem as demandas. Nesse cenário, as startups são peças importantes para solucionar os maiores problemas do dia a dia no agronegócio.

A Digital Agro contará com 40 expositores, rodadas de investimentos em startups, arena de pitch, espaço dedicado a startups, três auditórios internos com mais de 20 horas de conteúdo e uma área externa de demonstração de produtos.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.