Custos da produção fazem preço do litro de leite passar de R$ 5

Custos da produção fazem preço do litro de leite passar de R$ 5

Luana Dias

Quem comprou leite nos supermercados de Castro nas última semanas, se surpreendeu com o preço da caixa de um litro sendo comercializada por até mais de cinco reais. Uma pesquisa feita na terça-feira (5) pelo Página Um News, junto a quatro dos maiores supermercados da cidade revelou que a caixa mais barata de um litro do leite integral, que é o mais consumido, custa R$ 3.99. Porém, esse é o valor atualmente praticado em apenas um estabelecimento, e apenas para uma marca. Nos demais supermercados consultados pela reportagem, e no caso de todas as outras marcas, a caixa custa para o consumidor entre R$ 4,19 (segundo mais barato), e R$ 5,75 (mais caro). Também foram encontrados marcas com preços de R$ 4,59, R$ 4,89, R$ 4,95 e R$ 4,99.

O produto, conforme análise de centros de estudo e órgãos que acompanham o comportamento do mercado, vem seguindo tendência de elevação nos preços desde o mês de janeiro, e em março, a alta foi de 3,3% para os produtores. Na chamada Média Brasil chegou a R$ 2,21.

A alta nos preços estaria relacionada, sobretudo, ao aumento nos custos da produção. O que vem limitando investimentos por parte do produtor, e por consequência, impactando na capacidade de oferta.

A reportagem conversou com a produtora Aline Castanho, que falou mais sobre essa elevação nos custos da produção. Ela explicou, por exemplo, que o aumento no preço da soja fez com que o farelo do grão ficasse mais caro. O adubo também ficou mais caro, e consequentemente, fez aumentar o preço do milho, que por sua vez, fez subir o preço da ração. Também subiu o preço do resíduo de cervejaria, que é a cevada, assim como o preço dos combustíveis, que tem impacto direto na atividade. “Todos esses insumos são muito utilizados, e é praticamente impossível substituí-los”, destacou Aline.

O fato de o litro de leite estar cada dia mais caro na gôndola do supermercado, no entanto, não significa lucro para o produtor, que em geral não consegue vender o produto com preços proporcionais aos pagos pelo consumidor final. “Os custos da produção subiram muito mais que o preço do leite pago para nós produtores, nunca é compatível”, finalizou a produtora.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.