O Coronavírus pegou a ciência de ‘calça-curta’

O Coronavírus pegou a ciência de ‘calça-curta’

Mau Humor

Após o término da Grande Guerra Mundial, no ano de 1945, sem esquecer a morte de 40 milhões de vidas humanas e a destruição de forma brutal de Hiroshima e Nagasaki, a ciência entregou o seu destino, com um olhar otimista, esperando a união das nações, a fim de evitar uma Terceira Guerra Mundial atômica. Mas, os aliados Russos e Norte-Americanos vencedores do Conflito Mundial, esqueceram a terrível lição do extermínio em massa e começaram a elevar o calor das suas relações diplomáticas, até a ebulição de uma Nova Guerra Fria que levou a uma corrida de novas armas atômicas. Será que esse pesadelo levou ao distanciamento as pesquisas científicas farmacêuticas para produção de medicamentos antivirais? Vale dizer em outras palavras, a Ciência ainda está de “calça- curta”, pois não existe medicamento antivírus. Para mostrar está fraqueza foi preciso o “testemunho”, sem palavras, da Pandemia da COVID 19 diante da patologia produzida pelo invisível coronavirus.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.