Tarja Preta

Tarja Preta

CONTINHA
O que você diria se fosse convidado a apoiar certo candidato a prefeito, também candidatando-se a vereador e pedindo voto para ele. Tudo isso seria bastante normal em um pleito. Mas, de repente se você recebesse um boleto do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), de uma conta para pagar do período eleitoral, que você desconhece. Um absurdo! Pois bem, candidatos de partidos ligados ao prefeito Moacyr Elias Fadel Junior, terão que pagar essa conta indigesta, caso contrário podem ir para na dívida ativa.

NADA PATRIOTA
Como tudo tem uma explicação, a reportagem do Página Um News ouviu o presidente do Patriota em Castro, Emerson Gobbo, também secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano do município, o qual disse que “o Patriota não fez doação em dinheiro, mas esses candidatos foram beneficiados, ou seja, receberam em forma de serviços como a contratação de advogados e contador, que cuidaram da campanha deles”. Mas, se realmente os valores estão sendo cobrados por desaprovação das contas eleitorais do partido, não seria justo e sensato que essa conta fosse paga pelo próprio partido?

DOAÇÕES?
No entendimento de alguns candidatos, tais cobranças estão sendo geradas devido a doações feitas pelo Patriota, para candidatos no pleito, em partidos coligados à sigla. No entanto, os candidatos não teriam tido acesso a esses valores, ou seja, nunca receberam as supostas doações.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.