Tarja Preta

Tarja Preta

MALTARIA
Se a prefeita de Carambeí, Elisangela Pedroso, conseguir para Carambeí a já anunciada Maltaria, investimento de R$ 1,5 bilhão, ela pode ir para casa com apenas três meses de governo e colocar o seu nome na história da cidade. O problema é que nessa briga a cidade de Ponta Grossa também quer a maltaria, e já mexe seus pauzinhos. Como diz aquele ditado: “amigas, amigas, negócios à parte”.

QUEDA DE BRAÇO
Na queda de braço com a deputada federal Aline Sleutjes, o prefeito Moacyr Fadel se deu mal. Ao falar que a parlamentar não tinha trazido nada para o município, acabou recebendo uma invertida gigantesca, e uma lista com todas as emendas direcionadas para o município que passam de R$ 17 milhões.

MAIS UM
Assim como o ex-vereador Rudolf Polaco, de Ponta Grossa, o prefeito Moacyr Fadel arrebanhou nessa semana o ex-presidente da Câmara de Carambeí, Diego Silva, para trabalhar na prefeitura. Tudo visando, talvez, a sua ‘ainda não anunciada’ candidatura a deputado federal. Estrategicamente, nota 10 para quem corre contra o tempo e quer voos mais altos. Mas, prefeitura não é cabide de emprego, ou é?

ÚLTIMAS: Com a cidade de Castro infestada de cães de rua, vem a pergunta: Onde está o Castramóvel? Um veículo que ajudaria no controle de natalidade desses cães e outros animais, abandonados pelos seus donos.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.