PCPR prende pai condenado a mais de 22 anos de reclusão por estupro de vulnerável em Carambeí

PCPR prende pai condenado a mais de 22 anos de reclusão por estupro de vulnerável em Carambeí

Da Assessoria*

Carambeí – Os policiais civis das delegacias de Carambeí e Castro, pertencentes a 43ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Castro, em uma ação conjunta, prenderam na manhã de hoje (25), homem, de 58 anos, condenado a pena de 22 anos, 02 meses e 20 dias de reclusão, em regime inicial fechado, pelo cometimento do crime de estupro de vulnerável, na cidade de Carambeí.

Segundo a delegada da PCPR, Renata Batista, o autor é pai da vítima, sendo que os fatos ocorreram quando ela tinha entre 4 e 15 anos de idade. O pai se aproveitava das relações domésticas e de coabitação, com o intuito de satisfazer sua lascívia, constrangendo a filha, mediante violência presumida, que praticasse com ele atos libidinosos diversos da conjunção carnal, já que passava a mão nas partes íntimas da vítima, além de lhe exibir seu órgão genital.

Após a prisão, o autor foi escoltado para a Cadeia Pública de Castro, onde permanece à disposição da Justiça.

Na oportunidade, a Polícia Civil reforça a importância da denúncia e combate dos crimes envolvendo criança e adolescente.

Denúncias

A PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem no andamento das investigações. As denúncias podem ser feitas de forma anônima, pelos números 197 da PCPR ou 181 do Disque-Denúncia ou diretamente à equipe de investigação.

*Com Redação

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!