Mãe é denunciada por deixar marido estuprar o próprio filho, em Ponta Grossa

Mãe é denunciada por deixar marido estuprar o próprio filho, em Ponta Grossa

Da Redação*

Ponta Grossa – O Tribunal de Justiça doa Paraná (TJPR) por meio do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher e Vara de Crimes Contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Ponta Grossa, recebeu denúncia contra casal que é acusado de estupro de vulnerável, ocorrido há quase 20 anos.

De acordo com o documento que o Página Um News teve acesso, o primeiro dos dois atos aconteceram entre os anos de 2005 a 2009, quando a vítima tinha entre cinco e nove anos. No documento, a Justiça confirmou que o menor teria sido estuprado pelo próprio padastro.

Já entre 2009 e 2013, outro fato aconteceu. O padrasto, quando estava com a vítima sozinhos na casa, novamente teria praticado ato libidinoso com a vítima. O documento ainda consta que a mãe, que tinha como obrigação cuidar do filho, tinha conhecimento dos abusos praticados, mas se omitiu a realizar a denúncia.

A denúncia contra eles é de atentado violento ao pudor- com pena de reclusão de seis a dez anos, além de estupro de vulnerável- cuja penalidade é de 8 a 15 anos de reclusão, caso sejam condenados. O caso ainda será analisado pelo Ministério Público do Paraná (MPPR).

*Com Assessoria

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!