Estado investe mais de R$ 20 milhões em vias rurais na RMC, Campos Gerais e Centro-Sul

Estado investe mais de R$ 20 milhões em vias rurais na RMC, Campos Gerais e Centro-Sul

AEN

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seil), está licitando a conservação de trechos não-pavimentados da PR-090 e PR-513, na Região Metropolitana de Curitiba e nos Campos Gerais. São 124,17 quilômetros de rodovia de revestimento primário, atendendo os municípios de Campo Largo, Castro, Piraí do Sul e Ponta Grossa, com serviços ao longo de 720 dias.

Em sessão de disputa de preços com participante único, a empresa Gaissler Moreira Engenharia Civil Ltda. foi declarada arrematante, com a proposta negociada de R$ 15.999.999,97. Agora a comissão de contratação da Superintendência Regional dos Campos Gerais do DER/PR está analisando a documentação e proposta de preços atualizada, devendo publicar um resultado no portal Compras Paraná e no Portal de Compras do governo federal.

Serão realizados de forma rotineira, durante o contrato, os seguintes serviços: regularização de leito/patrolamento; retaludamento; escavação de vala lateral rasa com motoniveladora; escarificação, conformação e compactação do subleito; construção de saídas d’água; construção de caixa de retenção; implantação de bueiro de transposição; escavação de valas; e cascalhamento, sendo este último responsável por mais da metade do investimento previsto.

A licitação acontece na modalidade pregão eletrônico, em que a vencedora é definida pelo arremate da disputa de preços e pela habilitação de seus documentos.

Ao todo são quatro trechos, dois de cada rodovia. Na PR-090 o trecho 1 vai da ponte sobre o Rio Açungui até o distrito de Bateias, em Castro, e o trecho 2 do acesso ao Contorno Norte de Castro até Piraí do Sul.

Na PR-513, o trecho 3 tem início no entroncamento com a PR-090, em Campo Largo, e segue até o início do trecho pavimentado em Ponta Grossa, passando pelo distrito de Itaiacoca. O trecho 4 começa no fim do pavimento e segue até a BR-376, terminando ao lado de unidades da Cargill Agrícola S.A. e Makita do Brasil.

Ao final do pavimento da PR-513 há um entroncamento com uma via municipal pavimentada que segue até a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), de denominação Estrada Pery Pereira Costa, cuja administração é da prefeitura do município.

Centro-Sul

A Superintendência Regional dos Campos Gerais do DER/PR também está licitando a conservação de rodovias não-pavimentadas na região Centro-Sul, em uma extensão de 57,59 quilômetros. São trechos da PR-364 entre Goioxim e Marquinho, passando também pelo território de Cantagalo, e da PR-565 em Porto Barreiro, até chegar no Rio Iguaçu.

Foi publicado recentemente o resultado final deste edital, tendo como vencedor o Consórcio GH Goioxim Marquinho, com proposta de preços de R$ 4.277.777,77. O próximo passo é a publicação da homologação deste resultado, seguido por trâmite interno para assinatura de contrato.

Estão previstos, de forma rotineira ao longo de dois anos, os serviços de cascalhamento; regularização de leito por patrolamento; retaludamento, escavação de vala lateral rasa; construção de saídas d’água; construção de caixa de retenção; implantação de bueiro de transposição; escavação de valas, escarificação, regularização, conformação e compactação do leito e subleito das rodovias.

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!