Civil mira integrantes de associação criminosa ligados a empresas falsas

Civil mira integrantes de associação criminosa ligados a empresas falsas

AEN

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (14) para cumprir sete mandados de busca e apreensão contra integrantes de uma associação criminosa ligados a empresas falsas. 

A ação ocorre simultaneamente em Curitiba, São José dos Pinhais, Paranaguá e Antonina. Dentre os alvos estão sócios das empresas investigadas e contadores responsáveis pela contabilidade das instituições. 

De acordo com as investigações, as empresas, uma de reciclagem e duas de  grãos, estariam utilizando pessoas para ocultar o quadro societário e, com isso, dissimular informações. 

Dados repassados pela Receita Estadual do Paraná durante as diligências apontam que as empresas investigadas foram constituídas com capital social entre R$ 100 mil R$ 150 mil, mas possuíam quadro societário que não condizia com a realidade, já que os suspeitos ainda eram beneficiários de programas sociais do governo federal, como o Auxílio Emergencial e o Bolsa Família.

Os investigados ainda tinham poucas notas fiscais de entrada de produtos, e emitiam notas fiscais com valores incompatíveis com o capital social pelo qual as empresas foram constituídas.

A PCPR também apurou que as empresas investigadas não possuíam veículos registrados em seus patrimônios ou trabalhadores cadastrados junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. As instituições tinham como objetivo a emissão de notas para benefícios fiscais.

Cerca de 25 policiais participam da ação, que também conta com o apoio de peritos criminais.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.