Casal de empresários do ramo de piscinas é preso suspeito de praticar estelionato

Casal de empresários do ramo de piscinas é preso suspeito de praticar estelionato

*Da Redação

Ponta Grossa – A Polícia Civil de Ponta Grossa deu cumprimento a dois mandados de prisão expedidos pela Justiça em desfavor de um casal de 30 e 34 anos, suspeito de incorrerem, ao menos, em onze vezes no crime de estelionato. Os suspeitos celebraram inúmeros contratos com clientes, recebendo valores adiantados, mas deixando de executá-los, encerrando suas atividades de firma repentina e esquivando-se para não serem localizados. O prejuízo total causado às vítimas supera os R$ 250 mil.
A decretação das prisões preventivas dos suspeitos se deu após representação da autoridade policial, visando garantir a ordem pública, bem como para assegurar a aplicação da lei penal.

Busca e apreensão

Ainda durante a última semana a Polícia Civil cumpriu três mandados de busca e apreensão, em residências relacionadas aos suspeitos, na busca de elementos para subsidiar as investigações. As ações se deram no Bairro Contorno.

Logo após o cumprimento das prisões, o casal foi interrogado, acompanhado de advogado, argumentando que teriam deixado a cidade após receberem ameaças. Encerradas as oitivas, eles foram encaminhados à Cadeia Publica Hildebrando de Souza. A partir das prisões, a Polícia Civil tem 10 dias para concluir as investigações, podendo resultar no indiciamento dos suspeitos pela prática dos crimes de estelionato, com penas máximas previstas de 5 anos de reclusão, por mais de 11 vezes, em continuidade delitiva.

A Polícia Civil orienta a eventuais outras vítimas que tenham sido lesadas e ainda não fizeram o registro do boletim de ocorrência, que procurem a 13ª Subdivisão Policial a fim de que, havendo o desejo de representar criminalmente, seja formalizado o procedimento investigatório.

*Com 13ª SDP

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.