(Assista aos vídeos) Atropelador de cão em Castro é interrogado e responderá por maus-tratos a animais e fugir do local

(Assista aos vídeos) Atropelador de cão em Castro é interrogado e responderá por maus-tratos a animais e fugir do local

Da Redação*

Motorista de aplicativo que atropelou na manhã de terça-feira (4) um cachorro na Rua Carlos Edson Martins de Oliveira, Vila Rio Branco, em Castro, e não prestou socorro, foi ouvido em interrogatório e confessou o atropelamento. Segundo informações da própria polícia, ele alegou que não viu o animal, percebendo apenas no momento da colisão. Também não prestou socorro ao cachorro por medo de ser linchado. Ainda em seu depoimento, relatou que deslocou-se até onde trabalha e cerca de meia-hora depois retornou com sua esposa ao ponto do atropelamento. Em seguida, eles foram até a clínica em que o cachorro estava internado para prestar auxílio financeiro.

O autor responderá em liberdade pelos crimes de maus-tratos contra cão e afastar-se do local de sinistro para fugir da responsabilidade.

O cachorro que tem o nome de Taike, socorrido pelos seus donos, foi medicado e já está em casa, disse Junior Cesar Faria, em mensagem de Whatsapp enviada ao Página Um News. Inclusive, afirmou que as despesas foram pagas pelo motorista atropelador.

O atropelamento aconteceu às 11h14 de terça-feira (4), quando o dono de Taike deixou o portão meio aberto, permitindo que o cachorro fosse para a rua. Câmeras flagraram o momento do atropelamento.

*Com 13ª SDP

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!