(Assista aos vídeos) Cão atropelado em Castro é socorrido por dono e milagrosamente sobrevive

(Assista aos vídeos) Cão atropelado em Castro é socorrido por dono e milagrosamente sobrevive

Da Redação

Entre tantas histórias tristes envolvendo animais, uma terminou bem para Taike, um cão atropelado por volta das 11h14 desta terça-feira (4), na rua Carlos Edson Martins de Oliveira, em frente ao número 737, na Vila Rio Branco, em Castro.

Vídeo, de estabelecimento comercial, mostra o momento em que um carro sedam, de aplicativo, vira a rua e passa com o rodado por cima do cachorro, não parando para prestar socorro.

Em contato com o dono do animal, Junior Cezar Faria, disse que Taike está na família há 12 anos, e que ele estar bem é um alívio para todos.

Junior descreve que foi a estabelecimento comercial próximo à sua casa e que deixou o portão um pouco aberto. Como o cachorro sempre fica solto na casa, acabou saindo para a rua e foi atropelado. Ele e sua esposa Grasiele levaram Taike até um veterinário e segundo o que disseram, “não quebrou nada e ficará em observação”.

O dono do animal também disse que foi na 43 DRP, prestou queixa, e o motorista de aplicativo será chamado para depor.

Desdobramento

Ao final da tarde, Grasiele mandou mensagem de WhatsApp para a reportagem do Página Um News, informando que o motorista atropelador entrou em contato com ela, foi até a clínica com a esposa, e se propôs a arcar com as despesas com o veterinário. “Inclusive, que amanhã [quarta-feira] irão passar na clínica para fazer o pagamento, ainda na parte da manhã”.

O que diz a lei?

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei 172/23 que altera o Código de Trânsito Brasileiro para punir com multa o condutor envolvido em atropelamento de animal que deixar de comunicar o fato às autoridades competentes. A conduta é definida como infração gravíssima, resultando em sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e em multa de R$ 293,47.

Além disso, em casos mais graves, o motorista pode responder criminalmente pelo atropelamento, sujeito a detenção e outras sanções penais.

*Com Agência Câmara de Notícias *Mundo Animal

Redação Página 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.
× Fale com o P1 News!