Povo está enfurecido com mais um assalto aos bolsos

Povo está enfurecido com mais um assalto aos bolsos

Da ALEP

Na sessão remota desta terça-feira (09), o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) destacou que as novas concessões de pedágio no Paraná ainda renderão muita discussão tanto na Assembleia Legislativa do Paraná quanto nas ruas. “Fico pensando como devem sofrer aqueles deputados que defendem o pedágio porque eu, que me posicionei sempre contra essa máfia, tenho sido abordado diariamente nas ruas pela população enfurecida com mais esse assalto aos seus bolsos. Imagino aqueles parlamentares que são favoráveis a isso”, discursou.

“Hoje pela manhã, em Foz do Iguaçu, um senhor veio até mim contando que reside em Toledo e que a população da cidade está bastante preocupada com a instalação de mais uma praça de pedágio na região”, relatou. Dirigindo-se à população de Toledo, “uma cidade onde o desenvolvimento ocorreu rapidamente nos últimos anos”, o parlamentar disse que ele e dezenas de outros deputados estão lutando ferrenhamente contra o novo modelo de pedágio e as novas praças propostas pelo Executivo.

O deputado Soldado Fruet ressaltou a importância da participação da sociedade nas audiências públicas que a Frente Parlamentar sobre o Pedágio está realizando em várias cidades para discutir o novo modelo de pedágio no Estado. “Do mais humilde até o mais rico, todos pagam essa conta e, é claro, o bolso que mais sente o peso é o do trabalhador e do empresário, que veem seus salários reduzidos e seus custos aumentados”, ponderou. “Minha posição sempre foi contrária aos pedágios, por isso eu luto diuturnamente para evitar que novos pedágios venham corroer os bolsos dos empresários e da população”.

Segundo o líder do PROS, “dezenas de deputados estão unidos sob a mesma bandeira, sem pensar em cores partidárias, pensando somente que, para o Paraná, novos pedágios serão um atraso em seu desenvolvimento”. Ele citou que Toledo, por exemplo, onde os empresários estão ajudando a trazer novas indústrias para se instalar no BioPark, “agora está na iminência de ser cercada por um pedágio, o que vai refletir com certeza, nas decisões de qualquer empresa em se instalar ou até mesmo permanecer na cidade”.

Soldado Fruet afirmou que “pedágio não é progresso, é retrocesso; pedágio não gera emprego, gera desemprego; pedágio não gera renda a nenhuma cidade e, sim, diminui a renda dela”. Para o deputado, “não cola mais essa história de que graças aos pedágios o progresso chega através de boas estradas; que as praças de pedágio geram empregos e ISS às prefeituras”. Na opinião dele, “isso é balela, os males trazidos pelo pedágio são muito maiores que qualquer benefício, se é que existe algum”. Ele concluiu o discurso dizendo que, em prol do povo paranaense que jurou proteger, seguirá firme contra os pedágios.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.