Número de eleitores carambeienses tem crescimento tímido de 3,6%

Número de eleitores carambeienses tem crescimento tímido de 3,6%

Emerson Teixeira
Especial P1News

Carambeí – Em 2 de outubro, um domingo, os brasileiros vão às urnas escolherem seus representantes para os cargos de presidente da República, senadores, governadores, deputados federais e estaduais. Em Carambeí, 16.445 eleitores estão aptos a participarem do processo eleitoral, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Foi um crescimento tímido se comparado às eleições de 2020, quando 15.926 carambeienses puderam escolher seus candidatos para prefeito e vereadores. Nas eleições municipais, na época, houve um número alto de abstenções, com 2.751 eleitores deixando de comparecer as urnas. O cenário ainda era de pandemia de Covid-19, com um número alto de pacientes internados por conta do vírus.

Um dado que chama atenção nas estatísticas do TSE é que no ano de 2017 o município de Carambeí chegou a ter 16.556 eleitores, número maior que o balanço atual divulgado após o fim do prazo para emissão e transferência de títulos. Outro dado interessante é que em 2018 houve queda brusca no eleitorado carambeiense com a redução para 15.448. A reportagem procurou o Juiz Eleitoral da Zona 139, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno.

O número de eleitores que transferiu o domicílio eleitoral para Carambeí, entre as eleições de 2020 e o fim do prazo para transferências em 2022, foi de 229 títulos.

Perfil

O maior número de eleitores está na faixa etária de 45 a 59 anos, onde reúne 25,05% (40.120) dos eleitores, seguido pelo grupo entre 25 a 34 anos que contabiliza 22,98% (3.779) eleitores.

Diferente do que foi observado em outras regiões do país, o eleitorado jovem de Carambeí apresentou o menor crescimento. Apenas 51 jovens com 16 anos, a maioria feminino – 39 eleitoras -, contra 12 eleitores masculinos, o que representa 0,31%.

O número de eleitoras tem pequena vantagem em relação ao masculino, 51% são mulheres, diante de 49% de eleitores homens. A maioria do eleitorado carambeiense se declarou como solteiro, são 50%. Já os casados representam 43%.

Em relação ao nível de estudo do eleitorado a maioria, em torno de 28% (4.737), declara que possui ensino médio completo; já aqueles que dizem ter ensino fundamental incompleto passam de 26% (4.332) e os que se colocam como analfabetos somam 1,7%, representando 290 eleitores.

Mudança de Cartório

Desde 2018 Carambeí passou a integrar 139ª Zona Eleitoral de Ponta Grossa. O município foi incluído no rezoneamento proposto pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, através da Resolução 777/2017 e homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral ao final de 2017, que redistribuiu as zonas eleitorais no Estado.

Com a alteração Carambeí deixou a Zona Eleitoral de Castro e passou a integrar a 139ª Zona Eleitoral de Ponta Grossa. O eleitor que necessitar de atendimento para emissão ou transferência de título deve procurar o Cartório Eleitoral, localizado na Rua Saint Hilaire, no bairro de Oficinas, em Ponta Grossa.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.