Morte de Gil Magalhães é sentida

Morte de Gil Magalhães é sentida

Da Redação

Após perder a batalha para a Covid-19, morreu à 1h13 desta madrugada de quinta-feira (10) o ex-superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária no Estado do Paraná e ex-governador Lions Clube LD-1, Gil Bueno Magalhães, aos 74 anos.

Ele estava internado desde 5 de fevereiro no Hospital Santana Unimed, em Ponta Grossa, e mesmo apresentando quadro de melhora, precisou ser intubado. Devido a complicações decorrentes do vírus, acabou não resistindo e veio a óbito.

O ex-prefeito e amigo pessoal de Gil Magalhães, Reinaldo Cardoso, lamentou a morte. Disse que Gil teve grande importância para o município quando em seu primeiro governo, ajudando a organizar a administração, inclusive “intermediou a negociação de uma área da União que passou a pertencer a Castro, cerca de dois alqueires e meio, onde está instalada hoje a Secretaria Municipal de Saúde”. Reinaldo destacou Gil como uma pessoa ativa, que praticava esporte, chegou à presidencia e depois governador distrital do Lions Clube, posto que apenas dois castrenses conseguiram até hoje.

Para o médico e também amigo Matilvani Moreira, “Gil foi mais uma vítima da Covid, apesar de ter sido disponibilizado tudo o que a ciência permitia, empregado todos os recursos possíveis”. Matilvani acrescenta que “Covid é traiçoeira e leva amigos. Sofro como médico por não vencer a doença e por perder um amigo”.

Para o jornalista Sandro Adriano Carrilho, diretor do Página Um News, “quis o destino que ao final de sua vida passasse por tantos problemas, mas nada apaga a sua importância para Castro e para a história da comunicação. Sempre envolvido com a política, participava de programas da Rádio Castro e não se omitia a dar suas opiniões, algumas afiadas. Pessoa rara nos tempos de hoje”. 

O corpo de Gil Bueno Magalhães está sendo velado na Funerária Castro, com sepultamento previsto para as 17 horas no Cemitério Frei Mathias.

Gil deixa a esposa Roseli Bueno Magalhães, as filhas Fabiola, Graziela, Izabela e Renato, além de genros, sobrinhos e netos. 

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.