Exclusivo: Chefe de Gabinete de Aline diz ter sido ameaçado de morte pelo prefeito Moacyr Fadel

Exclusivo: Chefe de Gabinete de Aline diz ter sido ameaçado de morte pelo prefeito Moacyr Fadel

TARJA PRETA

Por Sandro A. Carrilho

AMEAÇA DE MORTE

O resultado do destempero de Moacyr Fadel (Patriota), após ser vaiado em evento que recepcionou o presidente Jair Bolsonaro, em Castro, na noite de sexta-feira (5), começa a aparecer. O chefe de gabinete da deputada Aline Sleutjes (PSL), Marcelo Vinicius Collere, fez ocorrência no 2º Distrito Policial de Londrina, onde relatou que foi ameaçado de morte pelo prefeito da cidade de Castro.

NÃO SÓ ELE

Não seria só Collere que teria sido ameaçado, por outro lado, apenas o chefe de gabinete tomou a iniciativa. O motivo de fazer o boletim em Londrina, tem a ver com o fato de viajar muito pelo Paraná, assessorando a parlamentar.

REUNINDO PROVAS

Além do boletim de ocorrência, Marcelo Collere pretende representar na Justiça contra o prefeito. Estaria reunindo mais provas, inclusive buscando testemunhas que teriam presenciado o fato lamentável.

ENCONTRO DE FANTASMAS

Após ganhar título de funcionário fantasma da Emater, Hélcio Ferro encontrou-se com outro espectro na noite de quinta-feira (11). Foi na reinauguração da primeira agência do Sicredi em Castro, na Vila Rio Branco. Antes da cerimônia, Hélcio foi apresentado a José Alvaro Góes Filho, presidente do grupo gestor do Operário Ferroviário, equipe carinhosamente chamada de ‘Fantasma’. A conversa rendeu e a história se propagou. Não se surpreenda se o fantasma daqui estiver vestindo a camisa do fantasma de Ponta Grossa.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.