Deputado propõe debate sobre um novo modelo de segurança pública

Deputado propõe debate sobre um novo modelo de segurança pública

Da ALEP

Mobilizar a sociedade para debater um novo modelo para a Segurança Pública que privilegie a valorização da cidadania, incluindo a possibilidade de integração das Polícias em todo o país. Este foi o tom do discurso do deputado Delegado Recalcatti (PSD) na sessão plenária desta quarta-feira (03) na Assembleia Legislativa do Paraná. Ele tratou do assunto em função dos debates no Congresso Nacional sobre a criação de Leis Orgânicas para as Polícias Civil e Militar.

“Precisamos que os Estados efetivamente participem das discussões que impactam o cotidiano das máquinas públicas estaduais”, afirmou. Segundo ele, as propostas de mudanças nas estruturas das forças de segurança tramitam “de modo acelerado” na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. “É necessário que busquemos a garantia de debates que construam um modelo para as Polícias que realmente queremos e que atinjam a real demanda do povo brasileiro”, completou.

Na opinião do deputado, a segurança pública vem sofrendo com desgastes sem dar respostas efetivas à sociedade. “O modelo configurado pela Constituição de 1988 está cada dia mais saturado”, disse. Para ele, o tema irá provocar “debates apaixonados” e “polarizados”. “Se de um lado estamos focados na redução de crimes e violência, por outro, temos à vista interesses pessoais e corporativistas buscando resposta às demandas de valorização e profissionalização das carreiras”, avaliou.

O deputado Delegado Recalcatti sugeriu ainda que sejam observados modelos bem sucedidos em outros países, como no Chile e em países europeus, como a Inglaterra. “Outro fato é que precisamos realmente trabalhar para a integração das Polícias”, afirmou. Ele anunciou que irá levar o tema para realizar tratativas e coletar opiniões com parlamentares federais, autoridades públicas, sindicatos e associações de classe, além de entidades representativas da sociedade.

Protocolo

Deputado Delegado Recalcatti apresentou durante a sessão plenária um requerimento solicitando providências ao governo estadual para que informe à Assembleia Legislativa os valores orçamentários executados no ano passado na Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica, Departamento Penitenciário e Departamento Socioeducativo.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.