Câmara dos Deputados terá prêmio à Ciência proposto por Aliel Machado

Câmara dos Deputados terá prêmio à Ciência proposto por Aliel Machado

Da Assessoria

A Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) aprovou na quarta-feira (14) a criação do ‘Prêmio César Lattes’, a ser concedido pela Câmara dos Deputados a cinco personalidades, pessoas físicas ou jurídicas, cujos trabalhos ou ações se destacaram na defesa e na promoção da ciência, da tecnologia e da inovação. A criação do prêmio foi uma proposta do deputado federal Aliel Machado (PSB), presidente da Comissão.

De acordo com Aliel, a ciência, a tecnologia, a comunicação e a informática contribuem de forma inquestionável para o desenvolvimento da sociedade, uma vez que proporcionam grandes avanços em diversas áreas do conhecimento, trazendo inúmeros benefícios e melhorando a qualidade de vida de todos os cidadãos.

“O desenvolvimento tecnológico tem grande impacto no mundo do trabalho e em diversos aspectos da nossa vida, além de possibilitar a inclusão social e o acesso à informação, à cultura e à educação. Precisamos valorizar a ciência, tecnologia e informação por meio da valorização dos pesquisadores, cientistas, universidades e instituições de pesquisa, bem como fortalecer o orçamento público, com o objetivo de fomentar o crescimento econômico, a geração de renda e o bem-estar de nossa população”, defendeu Aliel.

A deputada Luiza Erundina (Psol-SP) elogiou a criação do prêmio. “Quero cumprimentar vossa excelência pela iniciativa. Estou nesta comissão desde o primeiro ano de mandato. Hoje estou no sexto. Estamos em celebração por essa excelente ação de valorização da Ciência e dos cientistas por parte do presidente desta comissão”, disse Erundina.

Já o deputado Nilson Tatto (PT-SP) parabenizou a iniciativa e pediu para subscrever a criação do prêmio junto com o presidente. “Esse é um momento de afirmação da Ciência, em função daquilo que a gente vem acompanhando. Porque nós temos hoje muita perseguição aos cientistas, aos pesquisadores, às universidades, da forma como o próprio governo vem tratando o enfrentamento da pandemia”, afirmou o parlamentar.

O Prêmio será conferido anualmente pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática e pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. A indicação dos concorrentes poderá ser realizada por qualquer membro do Congresso Nacional até o dia 30 de junho de cada ano, mediante inscrição efetuada perante a Mesa da Câmara dos Deputados.

Homenageado

César Mansueto Giulio Lattes, nasceu em Curitiba, em 11 de julho de 1924. Filho de imigrantes italianos, mudou-se para São Paulo, estudou na escola Politécnica e formou-se em física e matemática na Universidade de São Paulo (USP). Na Inglaterra, junto com o físico italiano Giuseppe Occhialini, e sob a direção do físico britânico, Cecil Powell, descobriu uma das subpartículas responsáveis pela coesão do núcleo do átomo, o que resultou na criação de um novo campo de estudo da física, a física de partículas.

Lattes também se destacou por apoiar iniciativas que alavancaram a ciência e a pesquisa no Brasil, como o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas no Rio de Janeiro, o atual Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Instituto de Matemática Pura e Aplicada.

“Com esse prêmio, teremos a oportunidade de aproximar as ações realizadas por representantes da sociedade com o Poder Legislativo e valorizar as pessoas e entidades que promovem verdadeiramente a ciência, a tecnologia e a inovação em nosso país”, finalizou Aliel.

Redação Página 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo é de exclusividade do Página 1 News.